Brasília, 17 de novembro de 2018 - 05h53
“A paz na Síria deve ser alcançada sem interferências externas”, afirma presidente da CREDN

“A paz na Síria deve ser alcançada sem interferências externas”, afirma presidente da CREDN

08 de agosto de 2018
por: InfoRel
Compartilhar notícia:
Brasília – “A paz na Síria deve ser alcançada sem interferências externas”, afirmou o presidente da Comissão de Relações Exteriores e de Defesa Nacional (CREDN) da Câmara dos Deputados, Nilson Pinto (PSDB-PA) que se reuniu nesta quarta-feira, 8, com o Embaixador sírio no Brasil, Mohamad Khafif.

O diplomata agradeceu a solidariedade expressada pelo governo brasileiro em defesa da paz naquele país e afirmou que o processo de reconstrução da Síria já teve início. Mohamad Khafif revelou ainda que a Assembleia do Povo criou recentemente uma frente parlamentar para apoiar as relações com o Brasil. “As relações são muito boas, mas têm potencial para crescerem muito mais, especialmente em termos econômicos e políticos”, afirmou.

Em maio de 2017, o ministério dos Negócios Estrangeiros e Expatriados da Síria convidou o Brasil a participar da 59ª edição da Feira Internacional de Damasco (FID), realizada entre 17 e 26 de agosto. Participaram do evento trinta países. A 60ª edição da FID ocorrerá no período de 6 a 15 de setembro de 2018.

O governo ofereceu um stand gratuito para o Brasil. Três empresas já teriam confirmado participação. O governo sírio organizou, igualmente, entre os dias 19 e 23 de setembro de 2017, a feira "Rebuild Syria", com ênfase na comercialização de bens de capital e de serviços de engenharia e construção civil. A quarta edição do evento deverá ocorrer entre 2 e 6 de outubro de 2018.

De acordo com Mohamad Khafif, “a Síria tem conseguido caminhar para a estabilidade com a recuperação de 90% do território antes ocupado por terroristas. No nosso país não há uma guerra civil ou sectária. Somos vítimas de uma campanha midiática enganosa”, explicou. Ele disse ainda que o governo está discutindo um processo de reconciliação com anistia para todos os que depuserem as armas.

“Nós estamos esperançosos que a guerra travada na Síria chegue a bom termo, com paz e desenvolvimento para o seu povo. E isso deve ser conquistado pelos sírios sem ingerência de outros atores”, reiterou Nilson Pinto.

Assuntos estratégicos

Especialistas apoiam adesão do Brasil à Convenção Internacional contra o Terrorismo Nuclear

Especialistas apoiam adesão do Brasil à Convenção Internacional contra o Terrorismo Nuclear

Brasília – Com cerca de 30 instalações nucleares e 3.000 fontes de...
Brasil firma acordo para facilitar exportação de alimentos para a China

Brasil firma acordo para facilitar exportação de alimentos para a China

Brasília - A Agência Brasileira de Promoção de Exportações...
Câmara de Comércio Árabe Brasileira quer trabalhar com governo do Brasil

Câmara de Comércio Árabe Brasileira quer trabalhar com governo do Brasil

Brasília – Apesar do anúncio feito pelo presidente eleito, Jair Bolsonaro, de...
Política Externa do novo governo desata críticas ao presidente eleito

Política Externa do novo governo desata críticas ao presidente eleito

Brasília – Os primeiros anúncios feitos pelo presidente da República...
CREDN realizará audiência sobre a importância da Inteligência de Estado para o Brasil

CREDN realizará audiência sobre a importância da Inteligência de Estado para o Brasil

Brasília – A Comissão de Relações Exteriores e de Defesa Nacional...
Comunicado Conjunto dos Chanceleres da Espanha e do Brasil

Comunicado Conjunto dos Chanceleres da Espanha e do Brasil

Os chanceleres de Espanha, Josep Borrell, e do Brasil, Aloysio Nunes, mantiveram encontro de...
Declaração do G4 sobre a reforma do Conselho de Segurança da ONU

Declaração do G4 sobre a reforma do Conselho de Segurança da ONU

Em 25 de setembro de 2018, Sua Excelência a Senhora Sushma Swaraj, Ministra das...
Comunicado Conjunto do BRICS

Comunicado Conjunto do BRICS

Os Ministros das Relações Exteriores/Relações Internacionais do BRICS...