Relações Exteriores

Brasil e Argentina vão intensificar cooperação em
26/10/2012
Noruega doa US$ 4 milhões para preservação da Amaz
26/10/2012

Agência Espacial discute cooperação com Namíbia e

Agência Espacial discute cooperação com Namíbia e Canadá

Brasília – O ministro da Defesa da Namíbia, Charles Namoloh, reuniu-se com a direção da Agência Espacial Brasileira (AEB), com o objetivo de começar as negociações em torno de um acordo que permita àquele país iniciar suas atividades espaciais.

O governo da Namíbia, que tem excelente relação com a Marinha brasileira, entende que o Brasil também pode ser parceiro na área espacial.

Segundo o chefe da cooperação internacional da AEB, José Monserrat Filho, o Brasil pode oferecer ao país africano a sua experiência na construção de plataforma de coleta de dados e de um centro para recepção, processamento e análise de dados de satélites.

“Convidei o embaixador da Namíbia no Brasil, Lineekela Mboti, para voltar à AEB a fim de começarmos a escrever um plano de trabalho”, conta Monserrat. “Vamos ajudá-los”, completa.

Canadá

O presidente da AEB, José Raimundo Braga Coelho, também recebeu o embaixador do Canadá no Brasil, Jamal Khokhar, e o conselheiro Neale Nigel, com quem discutiu a ampliação da cooperação espacial canadense com o Brasil.

As duas partes acreditam na necessidade de que os programas espaciais sejam complementares.

Segundo Monserrat, o satélite canadense RadarSat sempre despertou interesse do Brasil. “Os dois países poderiam pensar na hipótese de construírem juntos um satélite radar”.

De acordo com o chefe de cooperação internacional, a aproximação entre os dois países na área espacial é interessante para ambos.

“Eles têm interesse em artefatos que desenvolvemos e também podemos aprender com o que eles já fizeram até agora. O Brasil ainda não possui satélite radar (forma mais eficiente para observar a Terra) e com a ajuda deles, podemos construí-lo futuramente”, explicou Monserrat. 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *