Brasil

Segurança Regional
06/12/2016
Negócios
06/12/2016

Infraestrutura

Agência francesa pretende participar de projeto do corredor bioceânico

Brasília – O governo da Bolívia informou que a Agência Francesa para o Desenvolvimento (AFD) pretende participar do projeto de construção do Corredor Ferroviário Bioceânico Central (CFBC), que unirá os oceanos Atlântico e Pacífico e integrará os demais países da região. Para tanto, o ministro de Obras Públicas, Milton Claros, visitará a entidade no dia 13 de dezembro em Paris.

“No dia 13 de dezembro tenho definida a reunião em Paris com a Agência de Fomento do Desenvolvimento da França. Vamos expor o projeto para que eles avaliem e se manifestem. Eles têm o interesse, a predisposição de formar parte neste projeto”, afirmou Claros.

Em 9 de novembro de 2015, o presidente Evo Morales visitou o colega François Hollande, onde tratou do assunto. Na época, foram assinados seis acordos, entre os quais aquele que autorizou as operações da AFD.

Nesta ocasião se anunciou que a entidade, que opera como um banco, garantiu para a Bolívia o desembolso de US$ 435 milhões, que serão orientados à execução de projetos de energia e saneamento durante 2016 e 2017.

Antes do encontro com os franceses, o ministro boliviano se reunirá dia 12 com o vice-ministro federal de Transporte, Construção e Desenvolvimento Urbano da Alemanha, Rainer Bomba, sobre o projeto bioceânico. “Trata-se da autoridade mais importante da Alemanha e estaremos com empresários e empresas desse país”, explicou Claros. No dia 14 de julho, autoridades da Alemanha e da Bolívia participaram de uma reunião bilateral sobre o trem, em Berlim.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *