Brasília, 22 de fevereiro de 2019 - 04h25

Minustah

14 de dezembro de 2004
por: InfoRel
Compartilhar notícia:
A grave crise polà­tico-institucional do Haiti continua tirando o sono das autoridades brasileiras. O Brasil chefia a missão de paz da ONU no paà­s e cobra a agilização na liberação de recursos financeiros destinados a reconstrução do Haiti.

Segundo o General Heleno Ribeiro, Comandante das tropas da Minustah, e o assessor internacional do presidente Luiz Inácio Lula da Silva, o problema do Haiti não está na falta de efetivos militares. A tropa autorizada pela ONU deverá ser completada até o final do mês, com mais de cinco mil homens.

"O problema do Haiti é carrear o mais rapidamente ajuda internacional para que possam não só ser definidos projetos de médio e longo prazo, mas, sobretudo, que possam ser enfrentados alguns desafios imediatos, que permitam criar empregos e melhorar as condições de vida", afirmou Marco Aurélio Garcia, para quem, isso facilitará o diálogo interno e a realização das eleições no final de 2005.