Infraestrutura
14/10/2013
Brasil e Omã discutem cooperação em agricultura
14/10/2013

Agronegócio brasileiro diminui exportações para o

Agronegócio brasileiro diminui exportações para o Oriente Médio

Brasília – Em setembro, as exportações do agronegócio brasileiro para o Oriente Médio e África caíram em comparação com o mesmo período de 2012, segundo dados do ministério da Agricultura. No período, o Brasil exportou o equivalente a US$ 716,6 milhões ao Oriente Médio, uma queda de 25,5% em relação ao ano passado.

A Arábia Saudita foi o principal cliente entre os países árabes. As compras do país em setembro somaram US$ 224,8 milhões, 12,6% a mais do que no mesmo mês de 2012.

O Egito, que foi o 14º maior importador do Brasil, o equivalente a US$ 187,2 milhões, uma queda de 34,3% na mesma comparação, enquanto que os Emirados Árabes Unidos, que ocupam a 20ª colocação entre os principais clientes, importaram US$ 126,3 milhões, ou 32,7% a menos do que em setembro do ano passado.

Para o continente africano, as vendas caíram 23% em setembro para US$ 648,7 milhões.

Ainda segundo o ministério da Agricultura, entre todos os mercados, a China foi o principal cliente do agronegócio brasileiro no mês passado, ao comprar US$ 2,06 bilhões, um valor 71,6% superior ao de setembro de 2012.

No entanto, esses dados mostram que a soma das exportações a todos os países e regiões registrou US$ 8,9 bilhões em setembro deste ano, um aumento de 3,3% sobre o mesmo mês de 2012.

Segundo nota do ministério da Agricultura, o complexo soja foi o principal setor exportador do agronegócio. As vendas cresceram 55,3% e chegaram a US$ 2,73 bilhões. O segundo grupo que mais exportou foi o das carnes, que teve vendas de US$ 1,35 bilhão, ou 0,7% a mais do que em setembro de 2012.

De janeiro a setembro, o agronegócio brasileiro exportou o equivalente a US$ 78 bilhões, valor 9,5% superior ao do mesmo período do ano passado.

No acumulado do ano, as vendas para o Oriente Médio acumulam crescimento de 2,6% e somam US$ 6,02 bilhões. É o quarto principal bloco econômico comprador do agronegócio, atrás de Ásia, União Europeia e Nafta (Estados Unidos, México e Canadá). Já as vendas para a África estão em queda: até setembro o Brasil exportou US$ 5,5 bilhões ao continente, 10,7% menos do que no acumulado de janeiro a setembro 2012.

O complexo soja lidera as exportações também no ano, com vendas que somam US$ 27,6 bilhões, um aumento de 19,2% sobre o mesmo período de 2012. Estão em alta também os embarques de carnes, que chegaram a US$ 12 bilhões e registram aumento de 8,6 % na mesma comparação.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *