Defesa

Indústria de olho no reaparelhamento das Forças Ar
24/09/2010
Programa FX2
24/09/2010

ALBA cria escola militar para contrapor doutrina n

ALBA cria escola militar para contrapor doutrina norte-americana

A Aliança Bolivariana para os Povos de Nossa América (ALBA), criada pelo presidente Hugo Chávez, da Venezuela, em 2004, criará uma escola militar para a formação de suas Forças Armadas.

De acordo com o embaixador venezuelano em Madri, Isaías Rodríguez Díaz, as Forças Armadas da ALBA respondem à necessidade de se enfrentar o peso dos Estados Unidos na região.

O bloco é formado por oito países: Antigua e Barbuda, Bolívia, Cuba, Dominica, Equador, Nicarágua, São Vicente e Granadinas, e Venezuela.

Os embaixadores desses países se reuniram recentemente na capital espanhola para avaliar a implementação da medida.

Rodríguez Díaz informou que o projeto da ALBA é prioritário para que os militares dos países que integram o bloco tenham uma formação e métodos próprios da América do Sul e não mais dos Estados Unidos, que com a Escola das Américas, capacitou muitos militares da região desde 1946.

O diplomata venezuelano afirmou que a melhor defesa é a integração que é capaz de superar não apenas os conflitos militares, mas quaisquer outros que podem resultar em enfrentamentos bélicos.

Segundo Rodríguez Díaz, “apostamos por uma doutrina autônoma e independente, vinculada à paz, uma formação que não nos converta em instrumentos da política dos Estados Unidos e que permita defender a soberania de cada país membro”.

Na sua avaliação, o projeto da ALBA não esvazia a iniciativa da União das Nações Sul-Americanas (UNASUL), através do Conselho Sul-Americano de Defesa (CDS).

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *