Agenda

Educação
25/04/2015
Mundo Digital
25/04/2015

Cooperação

América Central apresenta propostas para a Agenda 2020 da CELAC

Brasília – Em reunião realizada em Quito e coordenada pelo chanceler equatoriano Ricardo Patiño, em nome da presidência pro tempore da Comunidade de Estados Latino-Americanos e Caribenhos (CELAC), embaixadores e delegados dos países que integram o Sistema de Integração Centro-Americana (SICA), mais o México, discutiram as propostas que serão apresentadas à Agenda 2020 da CELAC.

Na oportunidade, um documento proposto em conjunto por Equador e Costa Rica e que inclui cinco eixos prioritários a serem trabalhados nos próximos cinco anos, recebeu apoio total dos países centro-americanos.

Além de aprovarem os cinco eixos propostos – redução da pobreza extrema e desigualdade, educação, ciência, tecnologia e inovação, meio ambiente e mudanças climáticas, infraestrutura e conectividade, e financiamento para o desenvolvimento – Patiño revelou que os países do SICA e o México propuseram também um eixo que envolve outras temáticas como a redução das assimetrias entre os países membros da CELAC, principalmente nas áreas educativa e de combate à pobreza.

Os países da América Central também querem priorizar a Segurança Pública uma vez que a maioria dos países da região é assolado por problemas causados pelo crime organizado, narcotráfico e contrabando.

Para os envolvidos no encontro, a Agenda 2015 da CELAC foi imposta pelas grandes potências, enquanto que a nova agenda para 2020 tem sido pensada pelos próprios países do bloco.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *