Mundo

Política
01/03/2016
Integração Regional
01/03/2016

Modelo Econômico

América Latina tem uma população de 167 milhões de pobres

Brasília – O continente mais desigual do planeta tem hoje cerca de 167 milhões de pessoas em situação de pobreza, o que representa 28% da população da região. A informação é da Organização das Nações Unidas para a Alimentação e a Agricultura (FAO), dirigida pelo brasileiro Francisco Graziano. Nas zonas rurais, a população que vive abaixo da linha de pobreza chega aos 46% dos latino-americanos.

John Ronald Deep Ford, coordenador da FAO para o Caribe, expôs esta realidade em reunião realizada na Cidade do México que iniciou nesta segunda-feira, 29, o 34º Período de Sessões da Conferência Regional da FAO que reúne representantes de todos os países da América Latina e Caribe. O evento vai até 3 de março.

Ford fez um apelo aos governantes da região para que aprofundem os esforços destinados a erradicação da pobreza e da fome. Ele pediu ainda por políticas públicas que contribuam com a dinamização da economia dos pequenos produtores rurais. Neste sentido, defendeu que as pequenas e médias cidades se convertam em pólos de desenvolvimento rural.

O Coordenador da FAO para o Caribe revelou ainda que há uma forte disparidade em relação aos ingressos anuais por habitantes na região. Enquanto no Haiti é de US$ 824 per capita, em Barbados este valor chega aos US$ 22.217. Na sua avaliação, ao investir no campo, os governos da região também impedem que as grandes cidades sejam pressionadas pela migração forçada.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *