Brasília, 19 de dezembro de 2018 - 02h19

Integração Energética

19 de janeiro de 2017
por: InfoRel
Compartilhar notícia:

Brasília - O ministro de Hidrocarbonetos e Energia da Bolívia, Luis Alberto Sánchez, anunciou nesta quarta-feira, 18, que a Corporação Andina de Fomento (CAF), juntamente com a Empresa Nacional de Eletricidade da Bolívia (ENDE) e a Eletrobras apresentaram a licitação para o “Estudo de Identificação da Bacia do Rio Madeira e seus afluentes localizados em território boliviano e brasileiro”.



“Estamos contentes porque avança o processo de integração energética com o Brasil, o que ratifica o interesse de compra da energia elétrica boliviana”, afirmou Sánchez.



Os Termos de Referência foram elaborados pelos técnicos da Eletrobras e da ENDE no marco da Comissão Técnica Binacional conformada por ambos os países com o objetivo de implementar a Integração Energética que beneficie aos dois países.



O ministro assinalou que “este estudo conta com a Cooperação Técnica Não Reembolsável de US$ 600 milhões por parte da CAF e o restante dos custos deste projeto será pago pela ENDE e pela Eletrobras em partes iguais. Prevemos inicialmente que o Projeto Hidroelétrico do Rio Madeira terá aproximadamente 3 mil MW dos quais 50% corresponde à  Bolívia e os outros 50% ao Brasil”.



O processo de licitação está sob responsabilidade da CAF com a participação de técnicos bolivianos e brasileiros que supervisionam o estudo. O tempo estimado para a execução é de 18 meses. Uma vez concluído, ficou acordado com a parte brasileira continuar com o estudo e o desenho final para a elaboração detalhada dos acordos entre Brasil e Bolívia.



“Vamos avançando na revolução energética iniciada pelo presidente Morales e o setor elétrico se convertirá em um pilar da economia boliviana, como é agora o setor hidrocarborífico”, explicou o ministro.



Regiões hidrocarboríficas da Bolívia perderam ingressos



Os ingressos por regalias e o IFH baixaram em 32% nas regiões hidrocarboríficas da Bolívia devido à redução das exportações para o Brasil, o que afetará a execução de projetos de desenvolvimento naquele país. Os governos dos departamentos de Santa Cruz, Tarija e La Paz, querem que o ministro de Hidrocarbonetos e Energia, Luis Alberto Sánchez, explique o destino dos excedentes na produção de gás que chegaria aos 20 milhões de metros cúbicos diários.



Em valores absolutos, a perda em nível nacional seria de quase US$ 25 milhões. Frente a esse panorama, o Secretário de Energia, Minas e Hidrocarbonetos de Santa Cruz, Herland Soliz, confirmou que vários projetos de desenvolvimento deixarão de ser implementados no país.



Representantes dos três departamentos cobram ainda que Sánchez apresente os cenários prospectivos para os próximos meses. Os departamentos de Beni e Pando também estão perdendo recursos, mesmo não sendo produtores, pois recebem ingressos por compensação.



Solíz revelou que cerca de 370 instituições territoriais autônomas serão diretamente prejudicadas com a redução do volume de venda de gás natural ao Brasil. Segundo ele, as reduções chegam a 29 milhões de metros cúbicos de gás natural por dia.


Assuntos estratégicos

Senado aprova projeto de combate ao Terrorismo e à lavagem de dinheiro

Senado aprova projeto de combate ao Terrorismo e à lavagem de dinheiro

Brasília – O Senado aprovou nesta quarta-feira, 12, o projeto de lei da senadora Ana...
Foz do Iguaçu terá sistema pioneiro de migração fronteiriça

Foz do Iguaçu terá sistema pioneiro de migração fronteiriça

Brasília - A fronteira de Foz do Iguaçu com a Argentina será a primeira do...
Aprovado projeto que permite a expulsão de estrangeiros acusados de Terrorismo

Aprovado projeto que permite a expulsão de estrangeiros acusados de Terrorismo

Brasília – O Projeto de Lei que proíbe a concessão de visto e determina a...
Brasil quer entrar no mercado mundial de lançamentos de satélites

Brasil quer entrar no mercado mundial de lançamentos de satélites

Brasília – O governo federal, por meio da Agência Espacial Brasileira (AEB) quer...
Senado paraguaio posterga para 2019 análise de leis contra o crime organizado

Senado paraguaio posterga para 2019 análise de leis contra o crime organizado

O Senado do Paraguai postergou para março de 2019 a análise de três projetos de...
Paraná inaugura Centro Integrado de Inteligência de Segurança Pública

Paraná inaugura Centro Integrado de Inteligência de Segurança Pública

Na última terça-feira, 4, a governadora do Paraná, Cida Borghetti, e o ministro...
Brasil defende aprovação de lei que congela bens de terroristas

Brasil defende aprovação de lei que congela bens de terroristas

Brasília – O futuro ministro da Justiça, Sérgio Moro, defendeu nesta...
Paraguai intensifica combate a grupos criminosos do Brasil

Paraguai intensifica combate a grupos criminosos do Brasil

Brasília - O governo do Paraguai intensificou o combate das ramificações das...
Radares aéreos são instalados para combater tráfico de droga e armas

Radares aéreos são instalados para combater tráfico de droga e armas

Brasília - O Brasil vai instalar três radares aéreos para o controle de voos de...
Governo brasileiro oficializa extinção da binacional espacial criada com Ucrânia

Governo brasileiro oficializa extinção da binacional espacial criada com Ucrânia

Brasília - O governo brasileiro encaminhou ao Congresso Nacional a Medida Provisória...