Agenda

A vez do Brasil
26/05/2010
Irã: dois pesos e duas medidas
26/05/2010

Árabes apóiam reconstrução do Haiti

Árabes apóiam reconstrução do Haiti

Em 2 de junho no Balneário de Punta Cana, na República Dominicana, será realizada mais uma conferência internacional pela reconstrução do Haiti.

Além dos atores já conhecidos, também a Liga Árabe integrada por mais de 20 nações, pretende participar.

O Egito é outro que busca aproximar-se da América Latina e Caribe e para tanto, estará presente ao evento.

Amr Moussa, Secretário-Geral da Liga Árabe, não participará.

Ele estará no Foro de Doha, no Qatar, entre 31 de maio e 2 de junho e o organismo será liderado por Ibrahim Mohieldeen, diretor do Departamento das Américas da Liga.

Moussa destacou que a participação dos árabes na reconstrução do Haiti se dá no contexto do mecanismo América do Sul – Países Árabes.

A Liga Árabe foi fundada em 1945 no Cairo por sete países.

Além de reforçar os laços econômicos, sociais, políticos e culturais, a Liga funciona como um mecanismo para mediar disputas entre seus membros.

Atualmente,  é integrada por 22 países e congrega uma população de 200 milhões de habitantes.

Os países-membros originais eram Líbano, Egito, Iraque, Síria, Emirado da Transjordânia (atual Jordânia), Arábia Saudita, Iêmen e representantes dos árabes palestinos.

Posteriormente, juntaram-se Sudão, Líbia, Tunísia, Marrocos, Kuwait, Argélia, Iêmem do Sul, Bahrein, Qatar, Omã, Emirados Árabes Unidos, Mauritânia, Somália, e Djibuti.

Em Janeiro de 2003, a Eritreia aderiu à Liga Árabe na qualidade de observador, seguida por Brasil, Venezuela e Índia em 2006.

O Brasil deixou de ser observador em janeiro deste ano.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *