Relações Exteriores

Comércio
02/06/2016
Integração Regional
02/06/2016

Crise Política

Argentina aceitou pedido do Paraguai para discutir a crise na Venezuela

Brasília – A Argentina aceitou o pedido formulado pelo governo do Paraguai para que o MERCOSUL se reúna e discuta a crise na Venezuela. O encontro que será de chanceleres ainda não tem data marcada, mas deve contar com o apoio do Brasil que não se manifestou formalmente. A chanceler argentina Susana Malcorra, no entanto, está cautelosa quanto à aplicação da Cláusula Democrática contra Caracas.

Neste final de semana, o ministro de Relações Exteriores do Paraguai, Eladio Loizaga conversou com Malcorra. Ele já havia tratado do assunto com o chanceler uruguaio, Rodolfo Nin Novoa. Cabe ao Uruguai convocar a reunião de ministros do MERCOSUL.

Os ministros devem se reunir, segundo Susana Malcorra, “nos próximos dias”. Somente após o encontro será decido o que fazer. O primeiro passo é o bloco consultar-se com o governo venezuelano acerca das denúncias de graves violações aos direitos humanos.

Caso fique caracterizada a ruptura da ordem democrática, os países membros podem então invocar a Cláusula Democrática que prevê desde a suspensão até a expulsão da Venezuela.

Quem também acompanha o caso é o Secretário-Geral da Organização dos Estados Americanos (OEA), Luis Almagro, que elogiou a decisão do Paraguai de chamar uma reunião de chanceleres para tratar o tema. Almagro foi eleito com apoio do chamado “eixo bolivariano”, mas caiu em desgraça com o venezuelano Nicolás Maduro após criticar o seu governo.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *