Argentina, Brasil e Paraguai terão agência de inteligência trilateral

Os governos da Argentina, Brasil e Paraguai trabalham para criar uma agência de inteligência trilateral cujo foco estará, prioritariamente, na Tríplice Fronteira. De acordo com o ministro do Interior, do Paraguai, Euclides Acevedo, o presidente paraguaio ordenou um trabalho integrado com os vizinhos na luta contra o crime organizado e o terrorismo.

A decisão veio depois das tensões entre Irã e Estados Unidos e a promessa de vingança contra os norte-americanos por parte do Hezbollah libanês. Na região da Tríplice Fronteira há muitas atividades de simpatizantes e militares xiitas e o Paraguai que antecipar-se à possíveis problemas.

O ministro da Defesa, Bernardino Soto Estigarribia, também informou que o Paraguai definiu uma série de ações de monitoramento e proteção de infraestruturas críticas, contra possíveis ações terroristas. A criação de uma agência de inteligência trilateral na região é um antigo sonho dos Estados Unidos. Por outro lado, oficiais da Agência Brasileira de Inteligência (ABIN) continuam trabalhando para a criação de uma agência de inteligência civil no Paraguai.

Marcelo Rech – 13/01/2020

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *