Relações Exteriores

Integração Regional
22/12/2015
Integração Regional
22/12/2015

Integração Regional

Argentina cobra libertação de presos políticos na Venezuela e gera tensão na Cúpula

Marcelo Rech, especial de Assunção

O presidente argentino Mauricio Macri estreou na Cúpula do Mercosul cobrando dos demais países do bloco, apoio para que a Venezuela ponha em liberdade cerca de 70 presos políticos. De acordo com o líder argentino, a região que lutou contra os regimes ditatoriais não pode conviver com esse tipo de situação onde pessoas são presas por pensar diferente.

Ausente, o presidente venezuelano Nicolás Maduro acompanhou tudo desde Caracas. Coube à ministra de Relações Exteriores, Delcy Rodríguez, responder. Segundo ela, Macri apoiou os regimes militares na Argentina e sua manifestação configura ingerência em assuntos internos da Venezuela.

Rodríguez afirmou ainda que o seu país possui o melhor modelo de preservação dos direitos humanos da região. Ela acusou Macri de tentar influenciar a Justiça venezuelana.

“Você está fazendo ingerência no governo da Venezuela. Está defendendo a violência política. As pessoas que defende incineraram o Ministério Público, os serviços públicos essenciais, centros de alimentos, universidades, serviços de saúde”, afirmou. A ministra foi além. Garantiu que os poderes na Venezuela são independentes e que devem ser respeitados pela comunidade internacional.

“Entendo que você assuma esta postura já que em um dos seus primeiros discursos anunciava que livraria responsáveis de torturas na Argentina. Se vamos falar de direitos humanos, o façamos de forma franca e não com uma dupla moral”, advertiu.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *