Brasília, 27 de março de 2019 - 00h36

Forças Armadas

24 de outubro de 2016 - 14:56:09
por: InfoRel
Compartilhar notícia:

Brasília - O governo argentino comprará aviões espiões e de transporte para vigiar a fronteira norte e a ministra de Segurança, Patricia Bullrich, analisa dois projetos. Um deles diz respeito as ofertas para a compra de aviões espiões com capacidade de radar e câmaras para o monitoramento de pistas ilegaies de aterrizagem e guia para as operações terrestres sobre elas. Outro projeto, mais avançado, implica na aquisição de aviões de transporte de tropas.



Para tanto, o governo argentino teria escolhido o modelo ítalo-francês ATR72. As aeronaves têm capacidade para transportar 60 militares e seus equipamentos.



As autoridades argentinas não revelaram os valores estimados que serão aplicados nas aquisições. Sabe-se que o Peru gastou cerca de US$ 100 milhões na compra dos dois modelos. A Argentina negocia no mesmo pacote, as futuras reparações das aeronaves e o adestramento específico das tripulações.



Neste momento, o país avalia as alternativas de compra  dos aviões de guerra eletrônica. Entre os dias 14 e 17 de novembro, a ministra Bullrich e o Secretário de Segurança, Eugenio Burzaco, viajarão para Israel onde participam de uma cúpula de chefes de segurança interna e cibersegurança que se realizará em Tel Aviv. Na oportunidade, haverá uma exibição de equipamentos de última geração em matéria de luta contra o narcotráfico e o terrorismo.