Aviões chineses vão combater narcotráfico na Bolív
16/12/2011
Paraguai reconhece problemática da Venezuela no ME
16/12/2011

Argentina pressiona Uruguai contra Reino Unido por

Argentina pressiona Uruguai contra Reino Unido por Ilhas Malvinas

Brasília – A decisão do presidente do Uruguai, José Pepe Mújica de não permitir a o ingresso de navios britânicos aos portos do país, preocupa os governos do Reino Unido e da Espanha. Mújica cedeu às pressões da presidente argentina Cristina Kirchner por conta das Ilhas Malvinas.

O Brasil também não permite que navios ingleses atraquem em seus portos, estejam a caminho ou de retorno do arquipélago.

Os navios de pesca da Espanha serão afetados, pois utilizam bandeira “de conveniência” das Malvinas.

A decisão trará prejuízos ao Uruguai. De acordo com o Centro de Navegação, o país perderá cerca de US$ 300 milhões anuais apenas com os pesqueiros que deverão atracar em portos brasileiros.

O governo inglês solicitou explicações urgentes e o embaixador britânico em Montevidéu, Patrick Mullee exigiu entrevistar-se com o chanceler uruguaio Luis Almagro. O mesmo deve fazer a embaixada espanhola.

Mújica decidiu impedir o atracamento de navios com bandeira das Malvinas depois de receber mensagem de Cristina Kirchner, irritada com a permissão uruguaia. Ele quer evitar novas tensões com a Argentina.

Oficialmente, o governo uruguaio afirma que “existe uma definição política para que não se permita o ingresso aos portos uruguaios de navios que utilizam bandeira das Ilhas Malvinas, cuja soberania é reclamada pela Argentina com o apoio do Uruguai”.

Desde janeiro de 2005, 64 navios com bandeira britânica atracaram no porto de Montevidéu.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *