Brasília, 29 de setembro de 2020 - 04h33
Argentina reconhece Lula como um problema para a relação com o Brasil

Argentina reconhece Lula como um problema para a relação com o Brasil

13 de fevereiro de 2020 - 10:39:15
por: Marcelo Rech
Compartilhar notícia:

Brasília – O governo argentino reconhece que Lula é um problema para que as relações com o Brasil sejam recompostas. O tema foi tratado nos bastidores do Itamaraty nesta quarta-feira, 12, à margem do encontro do ministro de Relações Exteriores e Culto, Felipe Solá, com o chanceler brasileiro Ernesto Araújo.

Diplomatas brasileiros e assessores do presidente Jair Bolsonaro reconheceram que “a amizade de Alberto Fernández com Lula é um entrave para que os dois presidentes construam uma relação mais profunda”. O presidente argentino sabe disso, mas não pretende mudar sua posição. Para piorar, a intermediação de Fernández junto ao Papa Francisco para que recebesse Lula no Vaticano, também torna o clima mais delicado.

Fernández já havia pedido que Francisco apoiasse o movimento “Lula Livre” e foi um dos articuladores da presença do ex-ministro Celso Amorim, em uma de suas viagens ao Vaticano antes de ser eleito.

Apesar disso, partiu do presidente brasileiro a sugestão de um encontro bilateral no dia 1º de março, em Montevideo, por ocasião da posse do presidente do Uruguai, Luis Lacalle Pou. A proposta surpreendeu Felipe Solá que não trouxe nenhum convite para Bolsonaro. Antes do encontro com Bolsonaro, a comitiva argentina considerava improvável uma agenda bilateral entre os dois presidentes.