Brasília, 18 de outubro de 2018 - 16h24

Ativistas iranianos cobram postura do Brasil

22 de fevereiro de 2011
por: InfoRel

A Comissão de Direitos Humanos da Câmara dos Deputados realizou nesta terça-feira, audiência pública com a presença dos ativistas iranianos Hadi Ghaemi e Parvin Ardalan, que cobraram ações concretas do Brasil em relação as violações cometidas pelo governo do Irã.



Os dois criticaram a postura adotada pelo ex-presidente Luis Inácio Lula da Silva e se disseram desapontados com a política exterior do Brasil nos últimos dois anos.



Eles pediram para que o Brasil co-patrocine uma resolução que será votada no dia 28 na Comissão de Direitos Humanos das Nações Unidas. A proposta pretende instituir o monitoramento externo da situação iraniana.



Não está descartado o envio de um grupo de parlamentares brasileiros ao Irã para conhecer a realidade local.



De acordo com os ativistas, apenas no ano passado, 542 iranianos foram executados pelo regime dos aiatolás. A cada 8h uma pessoa é enforcada no Irã.



Para Parvin Ardalan, “o governo brasileiro não deve ouvir apenas o que diz o governo, mas também a sociedade iraniana”.



Nesta quarta-feira, os dois se reúnem com o assessor internacional da Presidência da República, Marco Aurélio Garcia e assessores da ministra dos Direitos Humanos, Maria do Rosário. Na quinta-feira, discutem a posição do Brasil no CDH com a embaixadora Vera Machado, Subsecretária Política do ministério de Relações Exteriores.

Assuntos estratégicos

Comunicado Conjunto dos Chanceleres da Espanha e do Brasil

Comunicado Conjunto dos Chanceleres da Espanha e do Brasil

Os chanceleres de Espanha, Josep Borrell, e do Brasil, Aloysio Nunes, mantiveram encontro de...
Declaração do G4 sobre a reforma do Conselho de Segurança da ONU

Declaração do G4 sobre a reforma do Conselho de Segurança da ONU

Em 25 de setembro de 2018, Sua Excelência a Senhora Sushma Swaraj, Ministra das...
Comunicado Conjunto do BRICS

Comunicado Conjunto do BRICS

Os Ministros das Relações Exteriores/Relações Internacionais do BRICS...