Brasília, 13 de novembro de 2018 - 01h40

Avança o Conselho de Defesa Sul-Americano

12 de agosto de 2010
por: InfoRel
Compartilhar notícia:

A União das Nações Sul-Americanas (UNASUL) é integrada por 12 países, mas apenas seis ratificaram o seu Tratado Constitutivo.



Curiosamente, o Brasil que propôs o mecanismo está entre os que ainda não obtiveram a aprovação legislativa para o acordo.



No âmbito da UNASUL, foi criado também por sugestão do Brasil, o Conselho de Defesa Sul-Americano (CDS).



Nos dias 14 e 15 de julho, representantes dos respectivos ministérios de Defesa se reuniram em Quito, Equador, onde foi aprovado o Plano de Ação 2010 – 2011.



De acordo com o brigadeiro Marco Aurélio Gonçalves Mendes, Secretário de Política, Estratégia e Assuntos Internacionais, do ministério da Defesa, “o CDS é resultado de um tripé baseado na confiança, segurança e cooperação”.



Mendes explicou que o fato de o Brasil não ter ratificado o Tratado Constitutivo que cria a UNASUL, não impede que os países avancem nas discussões sobre temas comuns.



Ele destacou o trabalho realizado pelo Chile, primeiro presidente pro tempore da UNASUL, e Equador que está no comando do bloco.



“A importância que os ministros da Defesa dão ao CDS o fortalecem a cada dia e no caso do Brasil, o envolvimento do ministro das Relações Exteriores contribui ainda mais para o papel do Brasil dentro desse mecanismo”, afirmou Mendes.



Plano de Ação



Marco Aurélio Gonçalves Mendes explicou que o Plano de Ação 2010 – 2011 prevê a realização a partir de março, do Curso Avançado de Defesa para Altos Funcionários de Estado, que será realizado na sede da Escola Superior de Guerra (ESG), no Rio de Janeiro.



O curso deverá ter entre quatro e seis meses de duração, ao menos dois participantes de cada país (um civil e outro militar), e instrutores indicados pelos países membros.



Em abril de 2011, durante a LAAD, feira de produtos e equipamentos de Defesa que acontece no Rio de Janeiro a cada dois anos, será realizado um painel setorial sobre metrologia e normatização.



O objetivo é que no futuro, todos os países membros do CDS adotem as normas internacionais para que produtos de Defesa da América do Sul sejam adquiridos na região e exportados para outros mercados.



Além disso, o CDS trabalha para criar um mecanismo de resposta rápida aos desastres naturais na América do Sul.



Para tanto, está sendo elaborado um inventário de pessoal, equipamentos e entidades que podem ser empregados em situação de catástrofe.



De acordo com o brigadeiro Mendes, os países também pretendem inventariar os problemas e desastres naturais que são freqüentes em determinadas épocas do ano.



Gastos em Defesa



O Conselho de Defesa Sul-Americano pretende adotar um mecanismo de transparência nos gastos militares que seja aceito por todos os países membros.



No âmbito da ONU e OEA já existem recomendações neste sentido, mas o CDS quer tornar a metodologia de gastos obrigatória.

Assuntos estratégicos

Especialistas apoiam adesão do Brasil à Convenção Internacional contra o Terrorismo Nuclear

Especialistas apoiam adesão do Brasil à Convenção Internacional contra o Terrorismo Nuclear

Brasília – Com cerca de 30 instalações nucleares e 3.000 fontes de...
Brasil firma acordo para facilitar exportação de alimentos para a China

Brasil firma acordo para facilitar exportação de alimentos para a China

Brasília - A Agência Brasileira de Promoção de Exportações...
Câmara de Comércio Árabe Brasileira quer trabalhar com governo do Brasil

Câmara de Comércio Árabe Brasileira quer trabalhar com governo do Brasil

Brasília – Apesar do anúncio feito pelo presidente eleito, Jair Bolsonaro, de...
Política Externa do novo governo desata críticas ao presidente eleito

Política Externa do novo governo desata críticas ao presidente eleito

Brasília – Os primeiros anúncios feitos pelo presidente da República...
CREDN realizará audiência sobre a importância da Inteligência de Estado para o Brasil

CREDN realizará audiência sobre a importância da Inteligência de Estado para o Brasil

Brasília – A Comissão de Relações Exteriores e de Defesa Nacional...
Comunicado Conjunto dos Chanceleres da Espanha e do Brasil

Comunicado Conjunto dos Chanceleres da Espanha e do Brasil

Os chanceleres de Espanha, Josep Borrell, e do Brasil, Aloysio Nunes, mantiveram encontro de...
Declaração do G4 sobre a reforma do Conselho de Segurança da ONU

Declaração do G4 sobre a reforma do Conselho de Segurança da ONU

Em 25 de setembro de 2018, Sua Excelência a Senhora Sushma Swaraj, Ministra das...
Comunicado Conjunto do BRICS

Comunicado Conjunto do BRICS

Os Ministros das Relações Exteriores/Relações Internacionais do BRICS...