Parlamentares querem saída do Brasil do Haiti
17/11/2009
Fuzileiros Navais
17/11/2009

Blogueira cubana vira bandeira da oposição

Blogueira cubana vira bandeira da oposição

Na última 4ª feira, 11, a Comissão de Constituição e Justiça, do Senado, aprovou um voto de repúdio ao governo de Cuba pela prisão da blogueira, escritora e jornalista Yoani Sánchez.

Segundo ela própria em mensagem publicada pela revista Veja, agentes da polícia política de Cuba a seqüestraram no dia em que um grupo de intelectuais da ilha realizaria uma manifestação em comemoração aos 20 anos da derrubada do Muro de Berlin.

Yoani Sánchez teria sido agredida junto com um amigo e acusada de ser contra-revolucionária. Em mensagem gravada num pen-drive, ela acusa o presidente cubano Raul Castro pelo episódio.

Por conta disso, o senador Demóstenes Torres (DEM-GO), apresentou requerimento condenando a perseguição sofrida pela blogueira que é impedida de deixar Cuba para receber prêmios e proferir palestras, inclusive no Brasil.

A moção de repúdio teve o voto contrário do senador Inácio Arruda (PCdoB-CE) e contou com a abstenção do petista Eduardo Suplicy (SP) que pretendia ouvir primeiro a versão da embaixada de Cuba.

O próprio Suplicy acredita que o convite aprovado pela CCJ para ouvir a blogueira tenha motivado o regime cubano a prendê-la.

Em setembro, a comissão aprovou requerimento também do senador Demóstenes Torres para que Yoani falasse sobre seu livro “De Cuba, com carinho”, uma coletânea de textos sobre o cotidiano do povo cubano.

Em dezembro, o Senado realiza sessão solene em comemoração aos 50 anos da Revolução Cubana.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *