Brasília, 10 de dezembro de 2018 - 08h00

Política

02 de setembro de 2016
por: InfoRel
Compartilhar notícia:

Brasília - O presidente da Bolívia, Evo Morales, ameaçou um dia antes do impeachment da ex-presidente Dilma Rousseff, romper relações com o Brasil e retirar seu embaixador do país. Um dia depois, recuou e por meio do ministro de Planejamento e Desenvolvimento, assegurou que as relações bilaterais não serão afetadas.



Nesta quinta-feira, 1º, René Orellana, assegurou que a situação do Brasil, por conta da destituição de Dilma Rousseff, “não afetará as relações comerciais que a Bolívia tem com este país”.



Segundo Orellana, “as relações comerciais continuam, temos contratos e acordos vinculados à exportação de gás. Temos acordos de energia e eletricidade, ou seja, tudo que é comércio tem os seus compromissos e acordos com cláusulas para o cumprimento por ambos os países”, explicou.



Por outro lado, o governo boliviano continua sustentando a tese do golpe de Estado parlamentar com a aprovação do impeachment por 61 votos contra 20. De acordo com René Orellana, “lamentamos que o nosso país irmão Brasil esteja hoje numa situação econômica muito crítica, daí que apoiamos o seu povo como expressou o presidente Morales”.



As relações comerciais entre Bolívia e Brasil estão concentradas na venda de 32 milhões de metros cúbicos diários de gás natural, no marco do contrato GSA que é válido até 2019. Além disso, os dois países vinham discutindo a implementação de vários projetos de energia e de construção de uma ferrovia bioceânica.


Assuntos estratégicos

Brasil defende aprovação de lei que congela bens de terroristas

Brasil defende aprovação de lei que congela bens de terroristas

Brasília – O futuro ministro da Justiça, Sérgio Moro, defendeu nesta...
Paraguai intensifica combate a grupos criminosos do Brasil

Paraguai intensifica combate a grupos criminosos do Brasil

Brasília - O governo do Paraguai intensificou o combate das ramificações das...
Radares aéreos são instalados para combater tráfico de droga e armas

Radares aéreos são instalados para combater tráfico de droga e armas

Brasília - O Brasil vai instalar três radares aéreos para o controle de voos de...
Governo brasileiro oficializa extinção da binacional espacial criada com Ucrânia

Governo brasileiro oficializa extinção da binacional espacial criada com Ucrânia

Brasília - O governo brasileiro encaminhou ao Congresso Nacional a Medida Provisória...
ABIN defende constitucionalização da Inteligência e alerta para ameaças

ABIN defende constitucionalização da Inteligência e alerta para ameaças

Brasília – O Diretor-Geral da Agência Brasileira de Inteligência,...
Especialistas apoiam adesão do Brasil à Convenção Internacional contra o Terrorismo Nuclear

Especialistas apoiam adesão do Brasil à Convenção Internacional contra o Terrorismo Nuclear

Brasília – Com cerca de 30 instalações nucleares e 3.000 fontes de...
Brasil firma acordo para facilitar exportação de alimentos para a China

Brasil firma acordo para facilitar exportação de alimentos para a China

Brasília - A Agência Brasileira de Promoção de Exportações...
Câmara de Comércio Árabe Brasileira quer trabalhar com governo do Brasil

Câmara de Comércio Árabe Brasileira quer trabalhar com governo do Brasil

Brasília – Apesar do anúncio feito pelo presidente eleito, Jair Bolsonaro, de...
Política Externa do novo governo desata críticas ao presidente eleito

Política Externa do novo governo desata críticas ao presidente eleito

Brasília – Os primeiros anúncios feitos pelo presidente da República...
CREDN realizará audiência sobre a importância da Inteligência de Estado para o Brasil

CREDN realizará audiência sobre a importância da Inteligência de Estado para o Brasil

Brasília – A Comissão de Relações Exteriores e de Defesa Nacional...