Brasília, 15 de outubro de 2018 - 19H42

Infraestrutura

14 de outubro de 2016
por: InfoRel

Brasília - O governo da Bolívia apresentou nesta quinta-feira, 14, o projeto do Trem Bioceânico na reunião de ministros de Transportes dos países em desenvolvimento sem litoral, que acontece em Santa Cruz. O projeto ligará o Atlântico com o Pacífico e terá 3.360 quilômetros. A proposta defendida por Evo Morales começa em Santos (SP) e vai até o porto de Ilo, no Peru, cortando o território da Bolívia.



Morales voltou a afirmar que além de Brasil, Bolívia e Peru, a Argentina, Paraguai e Uruguai, também serão beneficiados pela megaobra. De acordo com o ministro de Obras Públicas, Milton Claros, “além de ser uma iniciativa boliviana, trata-se de um projeto integrador, priorizado pela UNASUL”.



Até o momento, a Bolívia investiu cerca de US$ 7 milhões em um estudo de factibilidade sobre a via ferroviária, que durou três anos. Os resultados já foram apresentados ao Brasil e ao Peru que ainda não responderam.



Nos próximos dias, Milton Claros e o seu homólogo paraguaio, Ramón Jiménez, se reunirão para discutir o plano de intersecção da ferrovia com a hidrovia Paraguai - Paraná.



A reunião dos países sem litoral reúne representantes de 31 nações, entre elas, Bolívia, Chile, Paraguai e Peru. Bolívia e Paraguai são os únicos países da América do Sul sem litoral.


Assuntos estratégicos

Comunicado Conjunto dos Chanceleres da Espanha e do Brasil

Comunicado Conjunto dos Chanceleres da Espanha e do Brasil

Os chanceleres de Espanha, Josep Borrell, e do Brasil, Aloysio Nunes, mantiveram encontro de...
Declaração do G4 sobre a reforma do Conselho de Segurança da ONU

Declaração do G4 sobre a reforma do Conselho de Segurança da ONU

Em 25 de setembro de 2018, Sua Excelência a Senhora Sushma Swaraj, Ministra das...
Comunicado Conjunto do BRICS

Comunicado Conjunto do BRICS

Os Ministros das Relações Exteriores/Relações Internacionais do BRICS...