Brasil

Tríplice Fronteira
20/05/2017
Cooperação
20/05/2017

Integração Regional

Bolívia e Brasil firmarão acordo para projeto do trem bioceânico

Brasília – Bolívia e Brasil firmarão um acordo para a construção do trem bioceânico e, para tanto, nesta terça-feira, 16, os ministros de Obras Públicas da Bolívia, Milton Claros, e dos Transportes, do Brasil, Mauricio Quintella, assinaram um memorando que garante a participação brasileira no projeto.

Para La Paz, o Brasil constitui parte central do desenho da megaobra, uma vez que o Corredor Ferroviário Bioceânico de Integração unirá os portos de Santos, no Brasil, ao de Ilo, no Peru, cruzando o território boliviano, para favorecer o comércio com China, Coreia do Sul, Índia e Japão.

Estima-se em US$ 10 bilhões o custo das obras que levarão entre cinco e sete anos para serem concluídas. A linha ferroviária terá 3.360 quilômetros de extensão.

A Bolívia coordena o Grupo Operativo Bioceânico (GOB) que reúne consultores encarregados de reunir todos os projetos, estudos e análises sobre a construção da ferrovia.

Recentemente, Bolívia, Brasil, Paraguai e Peru expressaram o compromisso de compartilhar informação para que o projeto se materialize. O presidente do Banco de Desenvolvimento da América Latina, Luis Carranza, também manifestou apoio ao projeto por seu caráter “integracionista”.  Neste momento, o banco participa por meio de um trabalho técnico, mas futuramente poderá aportar recursos financeiros para as obras.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *