Brasília, 12 de dezembro de 2018 - 15h55

Crime Organizado

09 de dezembro de 2015
por: InfoRel
Compartilhar notícia:

Brasília - O ministro de Governo da Bolívia, Carlos Romero, informou nesta segunda-feira, 7, que a Polícia Federal do Brasil realiza operações simultâneas contra o narcotráfico e o crime organizado nas zonas de fronteira entre os dois países. Segundo ele, “estamos realizado operações conjuntas bastante rigorosas e agressivas contra o narcotráfico, principalmente nas regiões de Puerto Suárez e San Matías, em coordenação com a Polícia Federal brasileira”.



De acordo com o ministro, as operações consistem em cortar os circuitos de trânsito de droga e fechar as vias de escape tanto em território boliviano como brasileiro. Romero adiantou ainda que as operações “surpresa” continuarão com o Brasil e também com o Peru.



“Estamos golpeando de maneira simultânea em distintas localidades cortando circuitos de escapatória para que o plano seja absolutamente exitoso”, explicou. Apenas nos últimos dez dias, duas toneladas de maconha e meia tonelada de cocaína foram apreendidas.



As operações resultaram ainda na apreensão de 50 pessoas vinculadas ao narcotráfico e outras 160 ao microtráfico. As autoridades bolivianas estimam que as operações com o Brasil tenham provocado um prejuízo de pelo menos US$ 6 milhões às organizações criminosas.



O ministro de Governo da Bolívia, Carlos Romero, informou nesta segunda-feira, 7, que a Polícia Federal do Brasil realiza operações simultâneas contra o narcotráfico e o crime organizado nas zonas de fronteira entre os dois países. Segundo ele, “estamos realizado operações conjuntas bastante rigorosas e agressivas contra o narcotráfico, principalmente nas regiões de Puerto Suárez e San Matías, em coordenação com a Polícia Federal brasileira”.



De acordo com o ministro, as operações consistem em cortar os circuitos de trânsito de droga e fechar as vias de escape tanto em território boliviano como brasileiro. Romero adiantou ainda que as operações “surpresa” continuarão com o Brasil e também com o Peru.



“Estamos golpeando de maneira simultânea em distintas localidades cortando circuitos de escapatória para que o plano seja absolutamente exitoso”, explicou. Apenas nos últimos dez dias, duas toneladas de maconha e meia tonelada de cocaína foram apreendidas.



As operações resultaram ainda na apreensão de 50 pessoas vinculadas ao narcotráfico e outras 160 ao microtráfico. As autoridades bolivianas estimam que as operações com o Brasil tenham provocado um prejuízo de pelo menos US$ 6 milhões às organizações criminosas.



O ministro de Governo da Bolívia, Carlos Romero, informou nesta segunda-feira, 7, que a Polícia Federal do Brasil realiza operações simultâneas contra o narcotráfico e o crime organizado nas zonas de fronteira entre os dois países. Segundo ele, “estamos realizado operações conjuntas bastante rigorosas e agressivas contra o narcotráfico, principalmente nas regiões de Puerto Suárez e San Matías, em coordenação com a Polícia Federal brasileira”.



De acordo com o ministro, as operações consistem em cortar os circuitos de trânsito de droga e fechar as vias de escape tanto em território boliviano como brasileiro. Romero adiantou ainda que as operações “surpresa” continuarão com o Brasil e também com o Peru.



“Estamos golpeando de maneira simultânea em distintas localidades cortando circuitos de escapatória para que o plano seja absolutamente exitoso”, explicou. Apenas nos últimos dez dias, duas toneladas de maconha e meia tonelada de cocaína foram apreendidas.



As operações resultaram ainda na apreensão de 50 pessoas vinculadas ao narcotráfico e outras 160 ao microtráfico. As autoridades bolivianas estimam que as operações com o Brasil tenham provocado um prejuízo de pelo menos US$ 6 milhões às organizações criminosas.


Assuntos estratégicos

Senado paraguaio posterga para 2019 análise de leis contra o crime organizado

Senado paraguaio posterga para 2019 análise de leis contra o crime organizado

O Senado do Paraguai postergou para março de 2019 a análise de três projetos de...
Paraná inaugura Centro Integrado de Inteligência de Segurança Pública

Paraná inaugura Centro Integrado de Inteligência de Segurança Pública

Na última terça-feira, 4, a governadora do Paraná, Cida Borghetti, e o ministro...
Brasil defende aprovação de lei que congela bens de terroristas

Brasil defende aprovação de lei que congela bens de terroristas

Brasília – O futuro ministro da Justiça, Sérgio Moro, defendeu nesta...
Paraguai intensifica combate a grupos criminosos do Brasil

Paraguai intensifica combate a grupos criminosos do Brasil

Brasília - O governo do Paraguai intensificou o combate das ramificações das...
Radares aéreos são instalados para combater tráfico de droga e armas

Radares aéreos são instalados para combater tráfico de droga e armas

Brasília - O Brasil vai instalar três radares aéreos para o controle de voos de...
Governo brasileiro oficializa extinção da binacional espacial criada com Ucrânia

Governo brasileiro oficializa extinção da binacional espacial criada com Ucrânia

Brasília - O governo brasileiro encaminhou ao Congresso Nacional a Medida Provisória...
ABIN defende constitucionalização da Inteligência e alerta para ameaças

ABIN defende constitucionalização da Inteligência e alerta para ameaças

Brasília – O Diretor-Geral da Agência Brasileira de Inteligência,...
Especialistas apoiam adesão do Brasil à Convenção Internacional contra o Terrorismo Nuclear

Especialistas apoiam adesão do Brasil à Convenção Internacional contra o Terrorismo Nuclear

Brasília – Com cerca de 30 instalações nucleares e 3.000 fontes de...
Brasil firma acordo para facilitar exportação de alimentos para a China

Brasil firma acordo para facilitar exportação de alimentos para a China

Brasília - A Agência Brasileira de Promoção de Exportações...
Câmara de Comércio Árabe Brasileira quer trabalhar com governo do Brasil

Câmara de Comércio Árabe Brasileira quer trabalhar com governo do Brasil

Brasília – Apesar do anúncio feito pelo presidente eleito, Jair Bolsonaro, de...