Relações Exteriores

Governo paraguaio confirma visita de Dilma Roussef
04/01/2011
Cuba confia no incremento das relações com o Brasi
05/01/2011

Bolívia quer aumentar envio de gás para Brasil e A

Bolívia quer aumentar envio de gás para Brasil e Argentina

O presidente da estatal Yacimientos Petrolíferos Fiscales Bolivianos (YPFB), Carlos Villegas, informou que uma parte da planta de processamento de gás natural no megacampo Sábalo, no sul do país, passará por um processo de modernização programada para que possa aumentar o volume de gás natural destinado à exportação para Brasil e Argentina.

Villegas assegurou que o processo garantirá o incremento da produção no curto prazo. Segundo ele, tanto a Petrobras como a Enarsa foram informadas com antecedência.

A planta de Sábalo tem capacidade para produzir 473 milhões de metros cúbicos de gás por dia e com a modernização, chegará aos 540 milhões de metros cúbicos diários.

Atualmente, a produção é de 360 milhões de metros cúbicos segundo a Gerência Nacional de Fiscalização da YPFB.

Os trabalhos estavam programados para outubro do ano passado, mas com o aumento na demanda por gás, o programa foi atrasado.

O megacampo de San Alberto também passará por manutenção nos próximos dias, mas o governo boliviano garante que não haverá suspensão no envio do gás para os dois países.

Por contrato, a Bolívia deve enviar ao Brasil 30 milhões de metros cúbicos de gás por dia e à Argentina, entre cinco e sete milhões.

Açúcar

Nesta terça-feira, chegaram à Bolívia as primeiras 300 toneladas de açúcar importados do Brasil. O governo boliviano espera com isso frear os aumentos e a especulação em torno do produto.

No total, a Bolívia contratou a importação de três mil toneladas de açúcar do Brasil.

Pelo menos 15 mil toneladas serão enviadas por via marítima até um porto próximo do país.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *