Defesa

Fronteira
01/11/2011
Aliança Estratégica
03/11/2011

Narcotráfico

Bolívia quer comprar aviões civis de transporte do Brasil

La Paz – O presidente da Bolívia, Evo Morales, revelou nesta segunda-feira, 31, o interesse da Bolívia em adquirir aviões civis de transporte do Brasil. Ele tratou do assunto em reunião com o ministro brasileiro da Defesa, Celso Amorim.

Durante a sua permanência em La Paz, Amorim assinou um memorando de entendimento de Cooperação Militar entre os dois países. O documento trata dos aspectos técnico-operativos do relacionamento entre as respectivas Forças Armadas.

No documento, fica estabelecido os critérios para a realização de operações militares e exercícios conjuntos, entre as Forças Armadas, para o controle do espaço aéreo e luta contra atividades ilícitas – narcotráfico, contrabando, tráfico de armas, e outros.


Também ficou acertado que a Bolívia receberá dados e informações do Sistema de Proteção da Amazônia (Sipam), que, em coordenação com o Sistema de Vigilância da Amazônia (Sivam), permite identificar as rotas e pistas clandestinas usadas pelo narcotráfico desde os anos 1990.

O uso de Veículos Aéreos Não Tripulados (VANT) foi decidido em março pelos dois países. O acordo firmado por ambos os governos, abarca ainda a capacitação e cooperação tecnológica e o intercâmbio de inteligência policial.

Narcotráfico

Brasil e Bolívia dividem uma fronteira de três mil quilômetros. Segundo Celso Amorim, nos últimos anos houve um incremento das atividades ilícitas na região.

Ele afirmou que o controle das fronteiras é prioridade para a presidente Dilma Rousseff. A presidente determinou aos ministérios da Defesa e Justiça, a realização de operações específicas nas fronteiras com Bolívia, Colômbia e Peru.

O tema será tratado na próxima reunião do Conselho Sul-Americano de Defesa que se reunirá em Lima até o final do ano.

 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *