Brasília, 12 de dezembro de 2018 - 06h54

Bolívia quer recompor relações com o Brasil

08 de dezembro de 2009
por: InfoRel
Compartilhar notícia:

A reeleição de Evo Morales com mais de 60% dos votos válidos na Bolívia tiveram o apoio do Brasil apesar das rusgas por conta do gás e da situação dos brasileiros que vivem naquele país.



Nesta segunda-feira, Morales classificou Lula como o “melhor presidente da América Latina”. Lula, por sua vez, ainda não se dirigiu ao boliviano após sua vitória.



O presidente da Bolívia tenta recompor as relações com o Brasil, o principal importador de gás natural boliviano.



Para a Câmara Boliviana de Hidrocarbonetos, o país pode perder até US$ 1 bilhão com a queda nas exportações de gás.



Em novembro do ano passado, o Brasil decidiu reduzir em 29 milhões de metros cúbicos diários a importação de gás. Atualmente, o país importa apenas 20 milhões de metros cúbicos.



Analistas bolivianos acreditam que Morales buscará o fortalecimento das relações com o Brasil em seu segundo mandato.



Os dois países compartilham mais de 3 mil quilômetros de fronteira e o desenvolvimento dessa região passa por um melhor entendimento entre os dois presidentes.



Há três anos, as relações bilaterais chegaram ao nível mais baixo das últimas décadas.



Nesta quarta-feira, a Comissão de Relações Exteriores da Câmara dos Deputados vota o projeto que susta os acordos bilaterais.



A proposta é uma represália à nacionalização das refinarias da Petrobras.



Preocupado com a situação interna, Evo Morales já fala até em boas relações com o futuro governo brasileiro.



Ele sabe que a eleição de um presidente de oposição pode significar mais problemas para a Bolívia.

Assuntos estratégicos

Senado paraguaio posterga para 2019 análise de leis contra o crime organizado

Senado paraguaio posterga para 2019 análise de leis contra o crime organizado

O Senado do Paraguai postergou para março de 2019 a análise de três projetos de...
Paraná inaugura Centro Integrado de Inteligência de Segurança Pública

Paraná inaugura Centro Integrado de Inteligência de Segurança Pública

Na última terça-feira, 4, a governadora do Paraná, Cida Borghetti, e o ministro...
Brasil defende aprovação de lei que congela bens de terroristas

Brasil defende aprovação de lei que congela bens de terroristas

Brasília – O futuro ministro da Justiça, Sérgio Moro, defendeu nesta...
Paraguai intensifica combate a grupos criminosos do Brasil

Paraguai intensifica combate a grupos criminosos do Brasil

Brasília - O governo do Paraguai intensificou o combate das ramificações das...
Radares aéreos são instalados para combater tráfico de droga e armas

Radares aéreos são instalados para combater tráfico de droga e armas

Brasília - O Brasil vai instalar três radares aéreos para o controle de voos de...
Governo brasileiro oficializa extinção da binacional espacial criada com Ucrânia

Governo brasileiro oficializa extinção da binacional espacial criada com Ucrânia

Brasília - O governo brasileiro encaminhou ao Congresso Nacional a Medida Provisória...
ABIN defende constitucionalização da Inteligência e alerta para ameaças

ABIN defende constitucionalização da Inteligência e alerta para ameaças

Brasília – O Diretor-Geral da Agência Brasileira de Inteligência,...
Especialistas apoiam adesão do Brasil à Convenção Internacional contra o Terrorismo Nuclear

Especialistas apoiam adesão do Brasil à Convenção Internacional contra o Terrorismo Nuclear

Brasília – Com cerca de 30 instalações nucleares e 3.000 fontes de...
Brasil firma acordo para facilitar exportação de alimentos para a China

Brasil firma acordo para facilitar exportação de alimentos para a China

Brasília - A Agência Brasileira de Promoção de Exportações...
Câmara de Comércio Árabe Brasileira quer trabalhar com governo do Brasil

Câmara de Comércio Árabe Brasileira quer trabalhar com governo do Brasil

Brasília – Apesar do anúncio feito pelo presidente eleito, Jair Bolsonaro, de...