Brasília, 18 de novembro de 2018 - 21h53

Brasil busca proteção no comércio com a China

03 de julho de 2012
por: InfoRel
Compartilhar notícia:

Brasília - Os governos do Brasil e da China firmaram acordo que permite a realização de troca de moedas entre os dois países, caso haja um travamento do crédito em função do agravamento da crise financeira internacional.



De acordo com o Planalto, o objetivo é manter o comércio entre os dois países. Nos últimos vinte anos, as exportações para a China subiram de 1,2% para 17,3% do total das vendas externas brasileiras.



O ministério da Fazenda informou que a iniciativa é um desdobramento da reunião dos Brics (Brasil, Rússia, Índia, China e África do Sul) realizada em Los Cabos (México). Acordos semelhantes serão firmados com os demais países do bloco.



O protocolo define que China e Brasil terão a possibilidade de acessar até R$ 60 bilhões (US$ 30 bilhões) ou CNY 190 bilhões (yuans), conforme critérios técnicos a serem definidos pelos bancos centrais dos dois países.



Na reunião de Los Cabos, os cinco países concordaram em dar início a discussões sobre a possibilidade de realização de trocas de moedas entre os países do grupo e também para a criação de um pool de reservas dos Brics, para reforçar a solidez e a solidariedade econômico-financeira desses países, fortalecendo-os diante de crises internacionais.



Juntos, os Brics possuem o maior volume de reservas do mundo, com US$ 4,5 trilhões.



Segundo o ministro Guido Mantega, "estamos estreitando o relacionamento e sendo elevados a parceiros estratégicos globais".



Na sua avaliação, a medida reforça a situação financeira de ambos os países. "É como se nós tivéssemos uma reserva adicional de recursos no momento em que a economia internacional está estressada".



Aviões



Além da troca de moedas, Brasil e a China assinaram acordo que visa aumentar as exportações de aviões brasileiros para aquele país.



Também foram assinados protocolos para a implantação de uma fábrica, por meio de parceria com uma empresa chinesa, para a construção do protótipo do novo modelo comercial da Empresa Brasileira de Aeronáutica (EMBRAER) e lançamento de satélites sino-brasileiros, que possibilitarão o desenvolvimento de tecnologias aeroespaciais a serem compartilhados entre os dois países.



O primeiro satélite (CBR-3) deve ser lançado ainda neste ano e o segundo (CBR-4) daqui a dois anos. Foi assinado ainda acordo para troca de informações sigilosas entre as aduanas dos dois países, para que haja uma maior eficiência no combate a fraudes.



Os entendimentos foram acertados em reunião bilateral durante a Conferência das Nações Unidas sobre Desenvolvimento Sustentável, a Rio+20.



Cooperação



Os dois países assinaram ainda uma parceria para a criação de um centro de cultura brasileira na China e um centro de cultura chinesa no Brasil - o primeiro na América Latina. Além disso, outro acordo prevê o desenvolvimento de pesquisas nas áreas de nanotecnologia, biotecnologia, telecomunicações, oceanografia e proteção ambiental.



Também ficou acertado o intercâmbio de estudantes no âmbito do programa Ciência Sem Fronteiras. O acordo entre a Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior (Capes) e o China Scholarship Council, beneficiará até 5 mil estudantes brasileiros de 2012 a 2015.



Além de oferecer, anualmente, 250 bolsas de estudos, o governo chinês isentará mensalidade e taxa de matrícula de 600 vagas.



Pelo acordo, serão oferecidas bolsas de estudos nas áreas prioritárias do Ciência Sem Fronteiras como engenharias, ciências da natureza e energias renováveis - para cursos de graduação, graduação-sanduíche e pós-graduação.



As vagas estarão disponíveis em instituições que ofereçam aulas em inglês.


Warning: pg_exec(): Query failed: ERROR: invalid input syntax for integer: "" LINE 1: SELECT * FROM inforel.categoria_noticias WHERE id = ''; ^ in /home/inforel/www/classes/categoria_noticias.php on line 104

Warning: pg_fetch_array() expects parameter 1 to be resource, boolean given in /home/inforel/www/classes/categoria_noticias.php on line 106

Assuntos estratégicos

Especialistas apoiam adesão do Brasil à Convenção Internacional contra o Terrorismo Nuclear

Especialistas apoiam adesão do Brasil à Convenção Internacional contra o Terrorismo Nuclear

Brasília – Com cerca de 30 instalações nucleares e 3.000 fontes de...
Brasil firma acordo para facilitar exportação de alimentos para a China

Brasil firma acordo para facilitar exportação de alimentos para a China

Brasília - A Agência Brasileira de Promoção de Exportações...
Câmara de Comércio Árabe Brasileira quer trabalhar com governo do Brasil

Câmara de Comércio Árabe Brasileira quer trabalhar com governo do Brasil

Brasília – Apesar do anúncio feito pelo presidente eleito, Jair Bolsonaro, de...
Política Externa do novo governo desata críticas ao presidente eleito

Política Externa do novo governo desata críticas ao presidente eleito

Brasília – Os primeiros anúncios feitos pelo presidente da República...
CREDN realizará audiência sobre a importância da Inteligência de Estado para o Brasil

CREDN realizará audiência sobre a importância da Inteligência de Estado para o Brasil

Brasília – A Comissão de Relações Exteriores e de Defesa Nacional...
Comunicado Conjunto dos Chanceleres da Espanha e do Brasil

Comunicado Conjunto dos Chanceleres da Espanha e do Brasil

Os chanceleres de Espanha, Josep Borrell, e do Brasil, Aloysio Nunes, mantiveram encontro de...
Declaração do G4 sobre a reforma do Conselho de Segurança da ONU

Declaração do G4 sobre a reforma do Conselho de Segurança da ONU

Em 25 de setembro de 2018, Sua Excelência a Senhora Sushma Swaraj, Ministra das...
Comunicado Conjunto do BRICS

Comunicado Conjunto do BRICS

Os Ministros das Relações Exteriores/Relações Internacionais do BRICS...