Brasília, 19 de outubro de 2018 - 00h53

Programa Nuclear

26 de maio de 2010
por: InfoRel

O presidente Luiz Inácio Lula da Silva decidiu empenhar-se pessoalmente pelo êxito do acordo firmado pelo Irã com o aval da Turquia sobre o enriquecimento de urânio.



Depois de enviar cartas aos presidentes dos Estados Unidos, Barack Obama, da França, Nicolás Sarkozy, da Rússia, Dmitri Medvedev, e da China, Hu Jintao, Lula agora cobra o apoio da União das Nações Sul-Americanas (Unasul).



Ele trabalha para evitar que sanções sejam aprovadas no Conselho de Segurança das Nações Unidas.



Nesta quinta-feira, Lula tratará do assunto com o Primeiro-Ministro da Turquia, Recep Tayyip Erdogan.



De acordo com o Palácio do Planalto, há pontos no acordo assinado pelo Irã que não estão resolvidos.



Lula também decidiu comunicar-se com o presidente mexicano Felipe Calderón.



O México assume a presidência do Conselho de Segurança da ONU em 1º de junho.



Nas cartas, Lula destaca que o Irã cumpriu a sua parte ao comunicar formalmente à Agência Internacional de Energia Atômica (AIEA) os termos do acordo firmado com Brasil e Turquia.

Assuntos estratégicos

Comunicado Conjunto dos Chanceleres da Espanha e do Brasil

Comunicado Conjunto dos Chanceleres da Espanha e do Brasil

Os chanceleres de Espanha, Josep Borrell, e do Brasil, Aloysio Nunes, mantiveram encontro de...
Declaração do G4 sobre a reforma do Conselho de Segurança da ONU

Declaração do G4 sobre a reforma do Conselho de Segurança da ONU

Em 25 de setembro de 2018, Sua Excelência a Senhora Sushma Swaraj, Ministra das...
Comunicado Conjunto do BRICS

Comunicado Conjunto do BRICS

Os Ministros das Relações Exteriores/Relações Internacionais do BRICS...