Brasília, 18 de novembro de 2018 - 13h32

Brasil cobra apoio dos EUA para reforma da ONU

09 de novembro de 2010
por: InfoRel
Compartilhar notícia:

O presidente norte-americano Barack Obama, afirmou nesta segunda-feira estar ansioso para que a Índia integre como membro permanente, o Conselho de Segurança das Nações Unidas.



A declaração surpreendeu o Brasil que há mais de uma década trabalha de forma quase obsessiva para alcançar este posto.



Informado pelo ministro das Relações Exteriores, Celso Amorim, o presidente Luiz Inácio Lula da Silva, afirmou que o Brasil espera que os Estados Unidos contribuam para que o Conselho seja aberto a outros países.



Ao minimizar o anúncio, Lula lembrou que os Estados Unidos representam apenas um dos cinco membros permanentes. Segundo ele, o Brasil tem o apoio da França, Reino Unido e China.



O presidente recordou ainda que a Índia tem o apoio do Brasil e que juntos integram o BRIC e o IBAS.



Agenda



O apoio dos Estados Unidos à pretensão indiana é parte da agenda bilateral discutida pelos líderes dos dois países.



Diante da reação mundial, o Departamento de Estado informou que o apoio de Obama diz respeito ao futuro uma vez que a ampliação do Conselho de Segurança é algo impossível no médio prazo.



Além disso, Obama afirmou que os Estados Unidos não pretendem impor um acordo para que Índia e Paquistão resolvam suas pendências, mas que está disposto a exercer qualquer papel para que os riscos de um conflito na região inexistam.



Análise da Notícia



Marcelo Rech



Surpreende que o anúncio feito por Barack Obama na Índia tenha surpreendido o governo brasileiro.



A reação mostra um Itamaraty lento em relação à dinâmica da política internacional.



O Brasil de Lula sempre se acreditou melhor do que realmente é.



Os constantes afagos ao presidente como expressão de liderança criaram um mau costume.



Além disso, a fama de bom moço do presidente caiu por terra definitivamente após sua visita a Cuba no dia em que um dissidente político era enterrado, em fevereiro.



Isso sem contar sua aliança com Teerã e a insistência em desconhecer o governo de Honduras, temas que para os Estados Unidos são chaves para se avaliar o comportamento de seus pares.



Os Estados Unidos sabem que o Brasil de Lula jamais será seu melhor amigo.



Aos norte-americanos interessa um Lula interlocutor, capaz de fazer chegar aos colegas bolivarianos, as mensagens de Washington.



A Índia é um país nuclear incrustado numa região de altíssimo valor estratégico.



Além disso, Obama precisa urgentemente de um êxito em política externa para diminuir a sensação de fracasso que enfrenta sua administração.



No final das contas, para o Departamento de Estado, o Brasil está muito longe de ser um ator suficientemente importante para tal.


Warning: pg_exec(): Query failed: ERROR: invalid input syntax for integer: "" LINE 1: SELECT * FROM inforel.categoria_noticias WHERE id = ''; ^ in /home/inforel/www/classes/categoria_noticias.php on line 104

Warning: pg_fetch_array() expects parameter 1 to be resource, boolean given in /home/inforel/www/classes/categoria_noticias.php on line 106

Assuntos estratégicos

Especialistas apoiam adesão do Brasil à Convenção Internacional contra o Terrorismo Nuclear

Especialistas apoiam adesão do Brasil à Convenção Internacional contra o Terrorismo Nuclear

Brasília – Com cerca de 30 instalações nucleares e 3.000 fontes de...
Brasil firma acordo para facilitar exportação de alimentos para a China

Brasil firma acordo para facilitar exportação de alimentos para a China

Brasília - A Agência Brasileira de Promoção de Exportações...
Câmara de Comércio Árabe Brasileira quer trabalhar com governo do Brasil

Câmara de Comércio Árabe Brasileira quer trabalhar com governo do Brasil

Brasília – Apesar do anúncio feito pelo presidente eleito, Jair Bolsonaro, de...
Política Externa do novo governo desata críticas ao presidente eleito

Política Externa do novo governo desata críticas ao presidente eleito

Brasília – Os primeiros anúncios feitos pelo presidente da República...
CREDN realizará audiência sobre a importância da Inteligência de Estado para o Brasil

CREDN realizará audiência sobre a importância da Inteligência de Estado para o Brasil

Brasília – A Comissão de Relações Exteriores e de Defesa Nacional...
Comunicado Conjunto dos Chanceleres da Espanha e do Brasil

Comunicado Conjunto dos Chanceleres da Espanha e do Brasil

Os chanceleres de Espanha, Josep Borrell, e do Brasil, Aloysio Nunes, mantiveram encontro de...
Declaração do G4 sobre a reforma do Conselho de Segurança da ONU

Declaração do G4 sobre a reforma do Conselho de Segurança da ONU

Em 25 de setembro de 2018, Sua Excelência a Senhora Sushma Swaraj, Ministra das...
Comunicado Conjunto do BRICS

Comunicado Conjunto do BRICS

Os Ministros das Relações Exteriores/Relações Internacionais do BRICS...