Brasília, 15 de novembro de 2018 - 05h22

Relações Exteriores

20 de abril de 2005
por: InfoRel
Compartilhar notícia:
O presidente do Equador, Lucio Gutierrez caiu na tarde desta quarta-feira, pegando de surpresa o governo brasileiro que acreditava numa mediação polà­tica capaz de reverter o quadro de instabilidade polà­tica que se arrastava há meses.

Segundo nota oficial do Itamaraty, o ex-presidente Lucio Gutiérrez encontra-se na Embaixada do Brasil em Quito, onde solicitou asilo diplomático. A nota afirma que a concessão de asilo polà­tico é uma tradição regional e instituto do Direito Internacional Público regulado pela Convenção sobre Asilo Diplomático, assinada em Caracas, em 28 de março de 1954, e promulgada, no Brasil, pelo Decreto 42.628, de 13 de novembro de 1957.

Ainda de acordo com o ministério das Relações Exteriores, o governo brasileiro está tomando as providências cabà­veis para a concessão do asilo. À tarde, a Venezuela havia oferecido asilo ao ex-presidente do Equador.

O assessor internacional da Presidência, Marco Aurélio Garcia, tratou da crise equatoriana com o prefeito de Quito há poucos dias e esteve com o ministro das Relações Exteriores, Patricio Zuquilanda Duque, durante a reunião dos chanceleres da Comunidade Sul-Americana de Nações, em Brasà­lia, na terça-feira.

Preocupados com a situação no Equador, os chanceleres aprovaram uma Declaração de apoio à  ordem institucional no paà­s. No inà­cio da noite desta quarta-feira, o Itamaraty distribuiu nota oficial onde o Brasil manifesta preocupação com a crise.

Diz a nota: “O Governo brasileiro acompanha com preocupação a crise polà­tica no Equador que levou à  decisão, tomada hoje, 20 de abril, em sessão especial de legisladores, de declarar vacante o cargo de Presidente da República e de empossar no cargo o Vice-Presidente Alfredo Palacio. O Brasil recorda os termos da Declaração dos Chanceleres da Comunidade Sul-Americana de Nações, emitida em Brasà­lia ontem, 19 de abril, e reitera o apelo à s forças polà­ticas equatorianas no sentido de conciliar suas posições em torno de solução constitucional que assegure a restauração da normalidade institucional, da estabilidade interna e da paz social para todos os equatorianos, com respeito aos direitos humanos”.

Para Marco Aurélio Garcia, os polà­ticos equatorianos poderiam buscar uma solução diferente, uma vez que as eleições presidenciais no Equador serão realizadas no ano que vem e a Constituição do paà­s não permite a reeleição. Ele acredita que não há mais espaços para qualquer mediação.

Assuntos estratégicos

Especialistas apoiam adesão do Brasil à Convenção Internacional contra o Terrorismo Nuclear

Especialistas apoiam adesão do Brasil à Convenção Internacional contra o Terrorismo Nuclear

Brasília – Com cerca de 30 instalações nucleares e 3.000 fontes de...
Brasil firma acordo para facilitar exportação de alimentos para a China

Brasil firma acordo para facilitar exportação de alimentos para a China

Brasília - A Agência Brasileira de Promoção de Exportações...
Câmara de Comércio Árabe Brasileira quer trabalhar com governo do Brasil

Câmara de Comércio Árabe Brasileira quer trabalhar com governo do Brasil

Brasília – Apesar do anúncio feito pelo presidente eleito, Jair Bolsonaro, de...
Política Externa do novo governo desata críticas ao presidente eleito

Política Externa do novo governo desata críticas ao presidente eleito

Brasília – Os primeiros anúncios feitos pelo presidente da República...
CREDN realizará audiência sobre a importância da Inteligência de Estado para o Brasil

CREDN realizará audiência sobre a importância da Inteligência de Estado para o Brasil

Brasília – A Comissão de Relações Exteriores e de Defesa Nacional...
Comunicado Conjunto dos Chanceleres da Espanha e do Brasil

Comunicado Conjunto dos Chanceleres da Espanha e do Brasil

Os chanceleres de Espanha, Josep Borrell, e do Brasil, Aloysio Nunes, mantiveram encontro de...
Declaração do G4 sobre a reforma do Conselho de Segurança da ONU

Declaração do G4 sobre a reforma do Conselho de Segurança da ONU

Em 25 de setembro de 2018, Sua Excelência a Senhora Sushma Swaraj, Ministra das...
Comunicado Conjunto do BRICS

Comunicado Conjunto do BRICS

Os Ministros das Relações Exteriores/Relações Internacionais do BRICS...