Brasília, 17 de dezembro de 2018 - 02h04

Brasil deve disputar mercado de defesa

06 de outubro de 2010
por: InfoRel
Compartilhar notícia:

O ministro da Defesa, Nelson Jobim, defendeu que as indústrias brasileiras de defesa se reúnam em conglomerados, como ocorre nos países desenvolvidos, para disputar o mercado internacional.



 



Nesta quarta-feira, Jobim participou do Seminário “Reaparelhamento das Forças Armadas”, promovido pela Federação das Indústrias do Estado de São Paulo (Fiesp).



 



Na abertura do evento, o ministro detalhou as principais diretrizes da Estratégia Nacional de Defesa, e a estrutura da Nova Defesa, resultante das mudanças legais que pretendem fortalecer o ministério.



 



Para o ministro, o Estado deve auxiliar as empresas a se reestruturar e se capitalizar, para que possam andar com seus próprios meios.



 



“Vamos participar, para dar musculatura às empresas, mas elas terão que ter uma forma de sustentabilidade, sem depender do contribuinte”, alertou.



 



Nelson Jobim também ressaltou que a reestruturação não pode restringir-se ao Brasil, mas às empresas de outros países da América do Sul.



 



Segundo ele, o Brasil deve fortalecer o mercado sul-americano para enfrentar a concorrência mundial, aproveitando especialmente as oportunidades no mercado Sul-Sul.



 



De acordo com a Fiesp, nos próximos dez anos, as Forças Armadas receberão US$ 27 bilhões para investimentos.



 



Durante o evento, Nelson Jobim apresentou, em um mapa, as principais instalações de infra-estrutura do país – do pré-sal aos troncos de telecomunicações.



 



E apontou os vazios de presença, marcadamente na fronteira amazônica.



 



Na sua avaliação, há muitas vulnerabilidades que precisam ser corrigidas com o aparelhamento adequado e a reestruturação da defesa.



 



O ministro observou que o Brasil não enfrenta problemas com o terrorismo, que podem colocar em risco essa infra-estrutura desprotegida. Mas ponderou que o quadro pode mudar no futuro.



“Não temos terrorismo, mas no momento em que passarmos a ser protagonistas internacionais, quem disse que não possamos ter?”, questionou.



 

Assuntos estratégicos

Senado aprova projeto de combate ao Terrorismo e à lavagem de dinheiro

Senado aprova projeto de combate ao Terrorismo e à lavagem de dinheiro

Brasília – O Senado aprovou nesta quarta-feira, 12, o projeto de lei da senadora Ana...
Foz do Iguaçu terá sistema pioneiro de migração fronteiriça

Foz do Iguaçu terá sistema pioneiro de migração fronteiriça

Brasília - A fronteira de Foz do Iguaçu com a Argentina será a primeira do...
Aprovado projeto que permite a expulsão de estrangeiros acusados de Terrorismo

Aprovado projeto que permite a expulsão de estrangeiros acusados de Terrorismo

Brasília – O Projeto de Lei que proíbe a concessão de visto e determina a...
Brasil quer entrar no mercado mundial de lançamentos de satélites

Brasil quer entrar no mercado mundial de lançamentos de satélites

Brasília – O governo federal, por meio da Agência Espacial Brasileira (AEB) quer...
Senado paraguaio posterga para 2019 análise de leis contra o crime organizado

Senado paraguaio posterga para 2019 análise de leis contra o crime organizado

O Senado do Paraguai postergou para março de 2019 a análise de três projetos de...
Paraná inaugura Centro Integrado de Inteligência de Segurança Pública

Paraná inaugura Centro Integrado de Inteligência de Segurança Pública

Na última terça-feira, 4, a governadora do Paraná, Cida Borghetti, e o ministro...
Brasil defende aprovação de lei que congela bens de terroristas

Brasil defende aprovação de lei que congela bens de terroristas

Brasília – O futuro ministro da Justiça, Sérgio Moro, defendeu nesta...
Paraguai intensifica combate a grupos criminosos do Brasil

Paraguai intensifica combate a grupos criminosos do Brasil

Brasília - O governo do Paraguai intensificou o combate das ramificações das...
Radares aéreos são instalados para combater tráfico de droga e armas

Radares aéreos são instalados para combater tráfico de droga e armas

Brasília - O Brasil vai instalar três radares aéreos para o controle de voos de...
Governo brasileiro oficializa extinção da binacional espacial criada com Ucrânia

Governo brasileiro oficializa extinção da binacional espacial criada com Ucrânia

Brasília - O governo brasileiro encaminhou ao Congresso Nacional a Medida Provisória...