Agenda

Colômbia e Venezuela superam crise diplomática
10/08/2010
Brasil troca dívida por preservação ambiental
11/08/2010

Brasil e Argentina afinam relações comerciais

Brasil e Argentina afinam relações comerciais

O secretário-executivo do Ministério do Desenvolvimento, Indústria e Comércio Exterior (MDIC), Ivan Ramalho, e o secretário de Indústria, Comércio, Pequena e Média Empresa da Argentina, Eduardo Bianchi, presidem nesta quarta-feira (11/8), mais uma reunião do Comitê de Monitoramento do Comércio Bilateral Brasil-Argentina.

 

O encontro será realizado em Brasília. Será a quarta reunião bilateral neste ano.

 

Serão realizadas reuniões do Grupo de Defesa Comercial, do Grupo China e de Harmonização Estatística.

 

Na quinta-feira (12/8), as negociações continuam pela manhã e a tarde com a reunião do Comitê Automotivo Brasil-Argentina.

 

Brasil e Argentina discutirão a defesa comercial, acompanhamento de acordos setoriais entre segmentos privados dos dois países, relação comercial do Brasil e da Argentina com a China, harmonização estatística, integração produtiva, licenciamento não-automático de importações, análise do comércio bilateral de bens, lista de exceções à Tarifa Externa Comum (TEC) e temas agrícolas.

 

A Argentina se mantém como o terceiro principal destino das exportações brasileiras, superada apenas por China e Estados Unidos.

 

Nos primeiros sete meses de 2010, as vendas brasileiras à Argentina somaram US$ 9,4 bilhões, valor 57,3% acima do resultado registrado no mesmo período no ano anterior, de US$ 6 bilhões.

 

Com esse desempenho, a participação argentina no total das exportações brasileiras avançou de 8,6% para 10,6%.

 

Os principais produtos brasileiros exportados à Argentina nesse período foram: automóveis de passageiros (principal item, com participação de 15,7% no total exportado para a Argentina); autopeças (10,1%); aparelhos transmissores e receptores (4,6%); veículos de carga (4,6%); e minérios de ferro e seus concentrados (4,3%).

 

Nas importações, o país também ocupa a terceira colocação dentre os que mais vendem para o Brasil, atrás dos Estados Unidos e da China.

 

As compras brasileiras provenientes da Argentina atingiram US$ 8 bilhões no acumulado dos sete meses de 2010, contra US$ 6 bilhões em igual período de 2009, o que representa um acréscimo de 33,7%.

 

Os principais produtos argentinos importados pelo Brasil no período foram: automóveis de passageiros (principal item, com participação de 22,5% no total importado da Argentina); veículos de carga (10,2%); trigo em grãos (8,2%); naftas (7,4%) e autopeças (5,6%).

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *