Brasília, 13 de dezembro de 2018 - 21h53

Comércio Exterior

26 de abril de 2016
por: InfoRel
Compartilhar notícia:

Brasília - Os ministros do Desenvolvimento, Indústria e Comércio Exterior, do Brasil, Armando Monteiro, e da Produção, da Argentina, Francisco Cabrera, lançaram nesta segunda-feira, 25, a Comissão Bilateral de Produção e Comércio com o objetivo de reforçar a parceria estratégica por meio de um impulso efetivo para a solução de questões pendentes que afetam a fulidez do comércio entre os dois países. Monteiro e Cabrera também discutiram temas relativos ao MERCOSUL e sua agenda externa.



De acordo com o MDIC, no âmbito bilateral, integração produtiva, facilitação de comércio, remoção de barreiras não tarifárias e convergência regulatória foram apontados como as questões prioritárias a serem atacadas como forma de fortalecer a relação bilateral.



Já em relação ao MERCOSUL, Brasil e Argentina querem buscar alternativas que permitam agilizar o processo de tomada de decisões dentro do bloco, além de concordarem em impulsionar as negociações em compras governamentais e facilitação de investimentos.



Ambos também destacaram a importância da agenda extrarregional do MERCOSUL, que além de ativa, deve permitir o acesso competitivo a terceiros mercados. Neste sentido, ressaltaram a relevância da troca de ofertas com a União Européia marcada para a segunda semana de maio.



Em relação ao setor automotivo, os dois países pretendem formar uma plataforma regional, buscando o incremento da produtividade e da competitividade em nível global. Nesse sentido, foram retomadas as reuniões do Comitê Automotivo Bilateral e definida uma agenda de trabalho comum com políticas convergentes para o fortalecimento do setor automotivo regional.



Brasil e Argentina querem ainda aprofundar a integração produtiva, gerar empregos, agregar valor tecnológico aos seus produtos e ampliar o acesso a novos mercados. Armando Monteiro e Francisco Cabrera, concordaram também com o objetivo de alcançar o livre comércio bilateral do setor automotivo, de maneira progressiva e em condições de equilíbrio, fortalecendo estruturas e capacidades produtivas de cada parte.



Neste sentido, os dois países assumiram o compromisso de levar adiante as diretrizes que conformem um novo acordo automotivo, antes de 30 de junho, fortalecendo a estratégia de integração produtiva, tecnológica e comercial. A próxima reunião da Comissão Bilateral de Produção e Comércio será realizada em junho, em Buenos Aires.



Veja o Comunicado Conjunto em: http://www.inforel.org/noticias/noticia.php?not_id=0&tipo=2&can_id=31


Assuntos estratégicos

Aprovado projeto que permite a expulsão de estrangeiros acusados de Terrorismo

Aprovado projeto que permite a expulsão de estrangeiros acusados de Terrorismo

Brasília – O Projeto de Lei que proíbe a concessão de visto e determina a...
Brasil quer entrar no mercado mundial de lançamentos de satélites

Brasil quer entrar no mercado mundial de lançamentos de satélites

Brasília – O governo federal, por meio da Agência Espacial Brasileira (AEB) quer...
Senado paraguaio posterga para 2019 análise de leis contra o crime organizado

Senado paraguaio posterga para 2019 análise de leis contra o crime organizado

O Senado do Paraguai postergou para março de 2019 a análise de três projetos de...
Paraná inaugura Centro Integrado de Inteligência de Segurança Pública

Paraná inaugura Centro Integrado de Inteligência de Segurança Pública

Na última terça-feira, 4, a governadora do Paraná, Cida Borghetti, e o ministro...
Brasil defende aprovação de lei que congela bens de terroristas

Brasil defende aprovação de lei que congela bens de terroristas

Brasília – O futuro ministro da Justiça, Sérgio Moro, defendeu nesta...
Paraguai intensifica combate a grupos criminosos do Brasil

Paraguai intensifica combate a grupos criminosos do Brasil

Brasília - O governo do Paraguai intensificou o combate das ramificações das...
Radares aéreos são instalados para combater tráfico de droga e armas

Radares aéreos são instalados para combater tráfico de droga e armas

Brasília - O Brasil vai instalar três radares aéreos para o controle de voos de...
Governo brasileiro oficializa extinção da binacional espacial criada com Ucrânia

Governo brasileiro oficializa extinção da binacional espacial criada com Ucrânia

Brasília - O governo brasileiro encaminhou ao Congresso Nacional a Medida Provisória...
ABIN defende constitucionalização da Inteligência e alerta para ameaças

ABIN defende constitucionalização da Inteligência e alerta para ameaças

Brasília – O Diretor-Geral da Agência Brasileira de Inteligência,...
Especialistas apoiam adesão do Brasil à Convenção Internacional contra o Terrorismo Nuclear

Especialistas apoiam adesão do Brasil à Convenção Internacional contra o Terrorismo Nuclear

Brasília – Com cerca de 30 instalações nucleares e 3.000 fontes de...