Relações Exteriores

Palestina confia em reconhecimento internacional a
10/01/2011
Bolívia importa açúcar do Brasil e da Colômbia par
11/01/2011

Brasil e Argentina vão vender juntos ao mundo

Brasil e Argentina vão vender juntos ao mundo

Nesta segunda-feira, Brasil e Argentina decidiram criar uma comissão para monitorar o comércio bilateral e identificar os produtos que podem ser comercializados com valor agregado mundo afora.

Também ficou acertado que autoridades dos dois países se reunirão a cada 90 dias para revisar o avanço dos acordos em curso.

A idéia é minimizar as crises e potencializar as oportunidades.

Para a Argentina, o aprofundamento das relações econômicas com o Brasil é prioridade.

Após reunir-se com cinco ministros argentinos, o chanceler Antonio Patriota encontrou-se com a presidente Cristina Kirchner e o ministro das Relações exteriores, Héctor Timerman.

Patriota certou os detalhes da agenda da presidente Dilma Rousseff que visita o país no dia 31.

“Falamos sobre a importância que as empresas de ambos países participem das compras governamentais. O Brasil será sede do Mundial de Futebol e das Olimpíadas e a Argentina quer colaborar com a construção de estádios. A idéia é aprofundar a integração comercial”, explicou Timerman.

Ele defendeu ainda o favorecimento ao turismo.

Segundo o ministro, 2010 foi o primeiro ano em que tivemos mais brasileiros na Argentina que argentinos no Brasil.

No ano passado, o comércio bilateral atingiu US$ 32 bilhões com um saldo negativo para a Argentina de US$ 400 milhões.

Pesos

O Banco Central da Argentina decidiu encomendar mais seis milhões de notas de 100 pesos à Casa da Moeda do Brasil.

Já haviam sido encomendados 16 milhões em cédulas, mas as autoridades monetárias argentinas perceberam que a demanda seguirá crescendo pelo menos até fevereiro.

A presidente do BC, Mercedes Marcó del Pont, reconheceu que houve atraso na entrega do dinheiro importado do Brasil, mas descartou que o país pretenda imprimir notas maiores que 100 pesos.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *