Relações Exteriores

Senado cobra informações sobre adidos militares e
29/03/2011
Livro Branco
30/03/2011

Brasil e Bolívia firmam cooperação na luta contra

Brasil e Bolívia firmam cooperação na luta contra o narcotráfico

O governo brasileiro vai compartilhar com a Bolívia sua experiência tecnológica na luta contra o crime organizado e o narcotráfico com equipamentos e laboratórios.

A informação é do embaixador do país em La Paz, Marcel Biato que participou da 7ª reunião da Comissão Mista sobre Drogas na Bolívia, nesta segunda-feira.

Biato explicou que o Brasil firmará uma série de acordos que permitirão à Bolívia, a utilização de software, laboratórios para a luta contra a lavagem de dinheiro e o emprego de tecnologia avançada para o monitoramento da fronteira comum.

Os dois países compartilham mais de três mil quilômetros de fronteira.

De acordo com o embaixador, a cooperação bilateral é parte da regionalização da luta antinarcóticos no âmbito da União dos Países Sul-Americanos (UNASUL) e o Escritório das Nações Unidas contra as Drogas e o Crime (UNODC).

Os dois países também pretendem reforçar a parceria em segurança pública, desenvolvimento fronteiriço, defesa dos direitos humanos, capacitação de policiais e a regularização dos fluxos migratórios.

A cooperação implica ainda a doação pelo Brasil de quatro helicópteros para que a Bolívia implemente a vigilância territorial e as operações de interdição aérea.

Nesta terça-feira, 29, os ministros da Justiça do Brasil, José Eduardo Dutra, e do Interior da Bolívia, Sacha Llorenti, acompanharão uma demonstração de vôo do Veículo Aéreo Não-tripulado (VANT) que o Brasil entregará ao país vizinho.

A embaixada do Brasil em La Paz confirmou ainda que a cooperação com a Bolívia envolve os Estados Unidos, país que teve sua agência antidrogas expulsa da Bolívia em 2008.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *