Brasília, 19 de outubro de 2018 - 00h52

BolBra II

23 de julho de 2012
por: InfoRel

Brasília - Neste domingo, 22, militares brasileiros e bolivianos iniciaram uma série de exercícios aéreos combinados com o objetivo de fortalecer a luta contra o narcotráfico nas regiões fronteiriças. As operações serão concentradas entre Puerto Suarez, na Bolívia, e Campo Grande, no Brasil.



Durante cinco dias, a Operação BolBra II terá o apoio de cinco aeronaves e a participação de efetivos de ambos os países.



A operação de "vigilância, detecção, identificação e interceptação de voos regulares" foi confirmada mesmo em meio à polêmica diplomática desatada pelo refúgio na embaixada brasileira de um senador boliviano de oposição.



De acordo com a Força Aérea da Bolívia, os exercícios pretendem colocar em prática, medidas de patrulhamento aéreo, seguindo as normas binacionais que permitem o cruzamento das respectivas fronteiras.



Na oportunidade, serão empregados os meios aéreos e de vigilância e o controle aéreo da Força Aérea Brasileira (FAB). As duas forças aéreas querem melhorar a coordenação para a execução de operações reais no futuro.



A Embaixada do Brasil em La Paz informou que "a BolBra II representa um novo paradigma para a coordenação entre os dois países no que concerne ao controle do espaço aéreo e de fronteiras, que fortalece os esforços conjuntos na luta contra o narcotráfico e as relações profissionais entre as forças aéreas do Brasil e da Bolívia".

Assuntos estratégicos

Comunicado Conjunto dos Chanceleres da Espanha e do Brasil

Comunicado Conjunto dos Chanceleres da Espanha e do Brasil

Os chanceleres de Espanha, Josep Borrell, e do Brasil, Aloysio Nunes, mantiveram encontro de...
Declaração do G4 sobre a reforma do Conselho de Segurança da ONU

Declaração do G4 sobre a reforma do Conselho de Segurança da ONU

Em 25 de setembro de 2018, Sua Excelência a Senhora Sushma Swaraj, Ministra das...
Comunicado Conjunto do BRICS

Comunicado Conjunto do BRICS

Os Ministros das Relações Exteriores/Relações Internacionais do BRICS...