Brasília, 13 de dezembro de 2018 - 14h58

Cooperação

14 de maio de 2013
por: InfoRel
Compartilhar notícia:

Brasília - Os governos do Brasil e da Bolívia discutirão nos dias 15 e 16 em Santa Cruz de la Sierra, um plano bilateral de combate ao crime organizado, especialmente o narcotráfico e a lavagem de dinheiro. Os dois países dividem uma fronteira seca com 3.423 kms. Além disso, haverá operações para neutralizar o tráfico de pessoas, o fluxo migratório e o controle de armas.



Brasil e Bolívia também querem aprofundar as discussões em torno do roubo de veículos, aviões, caminhões e cargas. As ações serão coordenadas pelos governos dos dois países e terão ainda a participação, pelo lado brasileiro, de representantes dos governos do Mato Grosso, Mato Grosso do Sul e Rondônia.



Em Santa Cruz, participarão das reuniões os ministros da Justiça, José Eduardo Cardozo, a secretária nacional de Segurança Pública Regina Miki, o secretário nacional de Políticas sobre Drogas (Senad), Vitore André Zilio Maximiano. Pelo lado boliviano, estrarão presentes, os ministros de Governo, Carlos Romero, da Defesa Social e Substâncias Controladas, Felipe Cáceres, o chefe do setor de Defesa e Luta contra o Tráfico e Delitos, Ruis Vasconcellos, o diretor da Força Especial da Luta contra o Narcotráfico, Gonzalo Quezada, e o coordenador-geral do Conselho Nacional de Luta contra o Tráfico Ilícito de Drogas, Sabino Mendoza.



O ministro da Justiça também retomará na Bolívia as discussões em torno dos brasileiros presos desde 20 de fevereiro. O Brasil busca o relaxamento das prisões para que os 12 torcedores do Corinthians possam aguardar o julgamento em prisão domiciliar. Inclusive, a Embaixada do Brasil em La Paz já alugou uma casa em Oruro com este objetivo.

Assuntos estratégicos

Senado paraguaio posterga para 2019 análise de leis contra o crime organizado

Senado paraguaio posterga para 2019 análise de leis contra o crime organizado

O Senado do Paraguai postergou para março de 2019 a análise de três projetos de...
Paraná inaugura Centro Integrado de Inteligência de Segurança Pública

Paraná inaugura Centro Integrado de Inteligência de Segurança Pública

Na última terça-feira, 4, a governadora do Paraná, Cida Borghetti, e o ministro...
Brasil defende aprovação de lei que congela bens de terroristas

Brasil defende aprovação de lei que congela bens de terroristas

Brasília – O futuro ministro da Justiça, Sérgio Moro, defendeu nesta...
Paraguai intensifica combate a grupos criminosos do Brasil

Paraguai intensifica combate a grupos criminosos do Brasil

Brasília - O governo do Paraguai intensificou o combate das ramificações das...
Radares aéreos são instalados para combater tráfico de droga e armas

Radares aéreos são instalados para combater tráfico de droga e armas

Brasília - O Brasil vai instalar três radares aéreos para o controle de voos de...
Governo brasileiro oficializa extinção da binacional espacial criada com Ucrânia

Governo brasileiro oficializa extinção da binacional espacial criada com Ucrânia

Brasília - O governo brasileiro encaminhou ao Congresso Nacional a Medida Provisória...
ABIN defende constitucionalização da Inteligência e alerta para ameaças

ABIN defende constitucionalização da Inteligência e alerta para ameaças

Brasília – O Diretor-Geral da Agência Brasileira de Inteligência,...
Especialistas apoiam adesão do Brasil à Convenção Internacional contra o Terrorismo Nuclear

Especialistas apoiam adesão do Brasil à Convenção Internacional contra o Terrorismo Nuclear

Brasília – Com cerca de 30 instalações nucleares e 3.000 fontes de...
Brasil firma acordo para facilitar exportação de alimentos para a China

Brasil firma acordo para facilitar exportação de alimentos para a China

Brasília - A Agência Brasileira de Promoção de Exportações...
Câmara de Comércio Árabe Brasileira quer trabalhar com governo do Brasil

Câmara de Comércio Árabe Brasileira quer trabalhar com governo do Brasil

Brasília – Apesar do anúncio feito pelo presidente eleito, Jair Bolsonaro, de...