Brasília, 10 de dezembro de 2018 - 08h03

Defesa

29 de setembro de 2016
por: InfoRel
Compartilhar notícia:

Brasília - Brasil e Chile iniciaram nesta semana um processo de fortalecimento da discussão e cooperação bilateral em matéria de Defesa. De acordo com o ministério da Defesa, nos últimos dias ocorreram uma série de reuniões entre militares dos dois países, além de um encontro com o ministro Raul Jungmann, e o chefe do Estado-Maior Conjunto das Forças Armadas chilena, general Arturo Merino Nunes, na abertura da 4ª Mostra Base Industrial de Defesa (BID-Brasil).



Na oportunidade, o general Merino pôde conhecer os mais diversos produtos da indústria nacional de Defesa. A interlocução com os militares chilenos foi conduzida pelo chefe do Estado-Maior Conjunto das Forças Armadas (EMCFA), almirante Ademir Sobrinho, uma vez que o encontro é parte da agenda da 9ª Reunião entre os Estados-Maiores Conjuntos dos dois países, que tem como principal objetivo manter o diálogo regular sobre questões bilaterais e multilaterais de interesse mútuo no âmbito da Defesa.



De acordo com o ministério da Defesa, o general Merino considerou a oportunidade própria para confirmar a relação de cooperação com as Forças Armadas brasileiras, tendo as nações participado de uma primeira reunião, em outubro de 2002, em Santiago (Chile). “Procuramos encontrar a melhor forma de cooperação, na confiança e na concepção, em matéria de segurança, que sejam subsequentes para ambas as nações”, afirmou.



Já o chefe do EMCFA ressaltou a importância do diálogo bilateral para o fortalecimento da capacidade operacional das Forças. Segundo ele, hoje, alinhado à Política Nacional de Defesa, à Estratégia Nacional de Defesa e ao Livro Branco da Defesa Nacional, o Brasil atua sob uma nova concepção de Defesa, assentada na interoperabilidade, no planejamento interagências, na cooperação e na preparação por capacidades.



Os respectivos Estados-Maiores Conjuntos firmaram nove documentos sobre o período de realização das reuniões bilaterais;  troca de experiências sobre planejamento  estratégico militar; participação das Forças chilenas em cursos de catalogação; discussão sobre aspectos doutrinários; intercâmbio de experiências em temas Antárticos e em temas de catástrofes naturais; intercâmbio em matéria de Defesa Cibernética; e a participação do Brasil, como observador, no Exercício Conjunto Combinado de Operações Especiais “Estrela Austral”, no Chile, em 2018.



Ficou definido também que as reuniões bilaterais entre Brasil e Chile ocorrerão a cada dois anos e caberá ao Estado-Maior Conjunto das Forças Armadas do Chile a organização do próximo evento, em 2018. A data será proposta pelo país no próximo ano. “No âmbito da Defesa, as ações militares em prol das Relações Exteriores visam promover o intercâmbio e entendimentos entre os países”, afirmou o almirante Sobrinho.


Assuntos estratégicos

Brasil defende aprovação de lei que congela bens de terroristas

Brasil defende aprovação de lei que congela bens de terroristas

Brasília – O futuro ministro da Justiça, Sérgio Moro, defendeu nesta...
Paraguai intensifica combate a grupos criminosos do Brasil

Paraguai intensifica combate a grupos criminosos do Brasil

Brasília - O governo do Paraguai intensificou o combate das ramificações das...
Radares aéreos são instalados para combater tráfico de droga e armas

Radares aéreos são instalados para combater tráfico de droga e armas

Brasília - O Brasil vai instalar três radares aéreos para o controle de voos de...
Governo brasileiro oficializa extinção da binacional espacial criada com Ucrânia

Governo brasileiro oficializa extinção da binacional espacial criada com Ucrânia

Brasília - O governo brasileiro encaminhou ao Congresso Nacional a Medida Provisória...
ABIN defende constitucionalização da Inteligência e alerta para ameaças

ABIN defende constitucionalização da Inteligência e alerta para ameaças

Brasília – O Diretor-Geral da Agência Brasileira de Inteligência,...
Especialistas apoiam adesão do Brasil à Convenção Internacional contra o Terrorismo Nuclear

Especialistas apoiam adesão do Brasil à Convenção Internacional contra o Terrorismo Nuclear

Brasília – Com cerca de 30 instalações nucleares e 3.000 fontes de...
Brasil firma acordo para facilitar exportação de alimentos para a China

Brasil firma acordo para facilitar exportação de alimentos para a China

Brasília - A Agência Brasileira de Promoção de Exportações...
Câmara de Comércio Árabe Brasileira quer trabalhar com governo do Brasil

Câmara de Comércio Árabe Brasileira quer trabalhar com governo do Brasil

Brasília – Apesar do anúncio feito pelo presidente eleito, Jair Bolsonaro, de...
Política Externa do novo governo desata críticas ao presidente eleito

Política Externa do novo governo desata críticas ao presidente eleito

Brasília – Os primeiros anúncios feitos pelo presidente da República...
CREDN realizará audiência sobre a importância da Inteligência de Estado para o Brasil

CREDN realizará audiência sobre a importância da Inteligência de Estado para o Brasil

Brasília – A Comissão de Relações Exteriores e de Defesa Nacional...