Brasília, 18 de novembro de 2018 - 11h23
Brasil e China discutem o aprofundamento da cooperação bilateral

Brasil e China discutem o aprofundamento da cooperação bilateral

29 de junho de 2018
por: InfoRel
Compartilhar notícia:
Brasília – Nesta quinta-feira, 28, o presidente Michel Temer, recebeu o chefe da delegação do Partido Comunista da China, Yang Xiaodu, com quem tratou do aprofundamento das relações bilaterais. “A China é nosso maior parceiro comercial. Temos uma relação política, econômica e cultural muito fértil com o país”, afirmou Temer.

No encontro, no Palácio do Planalto, o representante chinês reforçou que os países compartilham ideias e objetivos em comum e agradeceu a atuação do presidente da República nas relações bilaterais. Segundo ele, “hoje temos várias parcerias de sucesso, e em muitas delas vemos o seu empenho. Isso está anotado no coração dos chineses”, destacou Xiaodu.

“Estamos muito felizes em que o Brasil conseguiu enfrentar as dificuldades econômicas e que vai melhorar a cada dia”, avaliou o membro do Partido Comunista da China.

Temer e Xiaodu também conversaram a respeito da criação do Dia Nacional da Imigração Chinesa no Brasil, sancionada pelo presidente na terça-feira, 26, e que será comemorado em 15 de agosto. A data faz referência à chegada de um grupo de imigrantes chineses ao Brasil, em 1900, em busca de melhores condições e oportunidades de trabalho.

“Isso demonstra um sentimento de abertura e tolerância que tem o povo brasileiro. De estar de braços abertos para a comunidade internacional”, agradeceu Xiaodu.

Em 2012, Brasil e China firmaram a Parceria Estratégica Global e em junho do ano passado, em Pequim, realizou-se a segunda reunião deste mecanismo com a presença do presidente brasileiro. Na oportunidade, foram firmados acordos por cerca de US$ 17 bilhões.

Em maio deste ano, o chanceler Aloysio Nunes Ferreira visitou a China quando se reuniu com o vice-presidente Wang Qishan, o ministro de Exteriores, Wang Yi, o ministro de Comércio, Zhong Shan, e o diretor do Departamento Internacional do Partido Comunista, Song Tao.

Para o Itamaraty, a presença chinesa no Brasil é fundamental para alavancar projetos em áreas estratégicas como a energética. Neste sentido, destaca-se o papel da China National Petroleum Corporation (CNPC) em atividades de exploração de petróleo nos campos e Libras e Peroba. Além disso, a State Grid Corporation of China conta com mais de 10 mil km de linhas de transmissão de energia em operação e outros 6 mil em fase de construção. Presente no Brasil desde 2010, a empresa emprega 14 mil funcionários, dos quais apenas 100 são chineses.

Atualmente, a China acumula um estoque de US$ 55,4 bilhões em investimentos no Brasil, aplicados em 102 projetos. Há ainda a expectativa que a China participe em outros 160 projetos com um investimento estimado em US$ 71,3 bilhões.

Assuntos estratégicos

Especialistas apoiam adesão do Brasil à Convenção Internacional contra o Terrorismo Nuclear

Especialistas apoiam adesão do Brasil à Convenção Internacional contra o Terrorismo Nuclear

Brasília – Com cerca de 30 instalações nucleares e 3.000 fontes de...
Brasil firma acordo para facilitar exportação de alimentos para a China

Brasil firma acordo para facilitar exportação de alimentos para a China

Brasília - A Agência Brasileira de Promoção de Exportações...
Câmara de Comércio Árabe Brasileira quer trabalhar com governo do Brasil

Câmara de Comércio Árabe Brasileira quer trabalhar com governo do Brasil

Brasília – Apesar do anúncio feito pelo presidente eleito, Jair Bolsonaro, de...
Política Externa do novo governo desata críticas ao presidente eleito

Política Externa do novo governo desata críticas ao presidente eleito

Brasília – Os primeiros anúncios feitos pelo presidente da República...
CREDN realizará audiência sobre a importância da Inteligência de Estado para o Brasil

CREDN realizará audiência sobre a importância da Inteligência de Estado para o Brasil

Brasília – A Comissão de Relações Exteriores e de Defesa Nacional...
Comunicado Conjunto dos Chanceleres da Espanha e do Brasil

Comunicado Conjunto dos Chanceleres da Espanha e do Brasil

Os chanceleres de Espanha, Josep Borrell, e do Brasil, Aloysio Nunes, mantiveram encontro de...
Declaração do G4 sobre a reforma do Conselho de Segurança da ONU

Declaração do G4 sobre a reforma do Conselho de Segurança da ONU

Em 25 de setembro de 2018, Sua Excelência a Senhora Sushma Swaraj, Ministra das...
Comunicado Conjunto do BRICS

Comunicado Conjunto do BRICS

Os Ministros das Relações Exteriores/Relações Internacionais do BRICS...