Brasília, 10 de dezembro de 2018 - 08h00

Economia

08 de janeiro de 2015
por: InfoRel
Compartilhar notícia:

Brasília – Brasil e Colômbia irão fortalecer o diálogo em matéria econômica como forma de aproveitar melhor a capacidade produtiva das respectivas indústrias. Foi o que acertaram nesta quarta-feira, 7, os ministros da Fazenda dos dois países, Joaquim Levy y Maurício Cárdenas, em reunião realizada em Brasília.



De acordo com Cárdenas, os dois países vão reforçar a integração financeira com o objetivo de que as respectivas empresas aproveitem um mercado de capitais mais amplo.



Esta foi a primeira reunião de Joaquim Levy com um homólogo estrangeiro.



Os dois ministros também avaliaram o cenário internacional, sobretudo com a queda nos preços das commodities.



Segundo Maurício Cárdenas, “os dois países têm uma grande fortaleza que são suas bases produtivas. Também analisamos a situação dos mercados de produtos básicos com o objetivo de buscarmos alternativas para nos adaptarmos aos novos cenários de baixos preços”. Ele reforçou ainda o interesse do governo colombiano de que empresas brasileiras participem ativamente de projetos de infraestrutura na Colômbia que deverá investir cerca de US$ 25 bilhões em obras nos próximos anos.



Na avaliação do ministro colombiano da Fazenda, os dois países possuem economias que hoje estão melhor preparadas para enfrentar a redução nos preços das matérias primas que constituem a base de suas exportações.



Por outro lado, afirmou que o mercado de matérias primas pode ser um incentivo para os setores industriais que também podem aproveitar a recuperação da economia nos Estados Unidos.



Mauricio Cárdenas e Joaquim Levy discutiram ainda formas de Brasil e Colômbia atuarem em conjunto nos organismos internacionais tanto no plano bilateral como regional.



Neste sentido, para a Colômbia é fundamental que o Brasil tenha vontade política de trabalhar pela aproximação entre o Mercosul e a Aliança do Pacífico. Em relação aos investimentos mútuos, os dois ministros assumiram o compromisso de seguir promovendo a participação de empresas colombianas no Brasil e vice-versa. Atualmente, a Ecopetrol e o grupo de energia e comunicações ISA, são os que mais investem no Brasil.


Assuntos estratégicos

Brasil defende aprovação de lei que congela bens de terroristas

Brasil defende aprovação de lei que congela bens de terroristas

Brasília – O futuro ministro da Justiça, Sérgio Moro, defendeu nesta...
Paraguai intensifica combate a grupos criminosos do Brasil

Paraguai intensifica combate a grupos criminosos do Brasil

Brasília - O governo do Paraguai intensificou o combate das ramificações das...
Radares aéreos são instalados para combater tráfico de droga e armas

Radares aéreos são instalados para combater tráfico de droga e armas

Brasília - O Brasil vai instalar três radares aéreos para o controle de voos de...
Governo brasileiro oficializa extinção da binacional espacial criada com Ucrânia

Governo brasileiro oficializa extinção da binacional espacial criada com Ucrânia

Brasília - O governo brasileiro encaminhou ao Congresso Nacional a Medida Provisória...
ABIN defende constitucionalização da Inteligência e alerta para ameaças

ABIN defende constitucionalização da Inteligência e alerta para ameaças

Brasília – O Diretor-Geral da Agência Brasileira de Inteligência,...
Especialistas apoiam adesão do Brasil à Convenção Internacional contra o Terrorismo Nuclear

Especialistas apoiam adesão do Brasil à Convenção Internacional contra o Terrorismo Nuclear

Brasília – Com cerca de 30 instalações nucleares e 3.000 fontes de...
Brasil firma acordo para facilitar exportação de alimentos para a China

Brasil firma acordo para facilitar exportação de alimentos para a China

Brasília - A Agência Brasileira de Promoção de Exportações...
Câmara de Comércio Árabe Brasileira quer trabalhar com governo do Brasil

Câmara de Comércio Árabe Brasileira quer trabalhar com governo do Brasil

Brasília – Apesar do anúncio feito pelo presidente eleito, Jair Bolsonaro, de...
Política Externa do novo governo desata críticas ao presidente eleito

Política Externa do novo governo desata críticas ao presidente eleito

Brasília – Os primeiros anúncios feitos pelo presidente da República...
CREDN realizará audiência sobre a importância da Inteligência de Estado para o Brasil

CREDN realizará audiência sobre a importância da Inteligência de Estado para o Brasil

Brasília – A Comissão de Relações Exteriores e de Defesa Nacional...