Defesa

Terrorismo
23/05/2005
Coréia do Sul
24/05/2005

Colbra I

Brasil e Colômbia realizam exercício de combate a tráfego aéreo ilícito

As forças aéreas do Brasil e da Colômbia iniciaram nesta segunda-feira a Operação Colbra I, que reúne cerca de 150 militares e 13 aeronaves.

Trata-se de um exercício conjunto de combate ao tráfego de aviões suspeitos no espaço aéreo da região amazônica. Militares dos dois países assumiram o compromisso de executarem missões conjuntas na região fronteiriça.

Nas missões, são utilizados aeronaves-alvo que simulam o tráfego aéreo utilizado por narcotraficantes, por exemplo. Os aviões cruzam a fronteira várias vezes, nos dois sentidos e podem ser detectados através de um moderno sistema de radares. Imediatamente, são acionados os aviões de interceptação dos dois países.

Os municípios de São Gabriel da Cachoeira [AM] e Latícia [Colômbia] concentram as bases de apoio da Operação Colbra I. Os exercícios terminam nesta quinta-feira.

Quatro aviões Xavantes e dois Tucanos foram adaptados para as missões de interceptação. O A-29 Super Tucano, fabricado pela Embraer para ser utilizado nas missões do Sivam, também estão sendo empregados na operação conjunta.

A partir dos exercícios conjuntos, Brasil e Colômbia deverão firmar um acordo de cooperação que permita às forças aéreas dos dois países, estabelecerem procedimentos para melhorar a eficácia no combate ao tráfego aéreo ilícito.

É a primeira vez que o Brasil realiza exercícios conjuntos com a Força Aérea Colombiana [FAC].

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *