Relações Exteriores

América do Sul
27/08/2010
O Brasil e o Conselho de Segurança da ONU
27/08/2010

Brasil e Colômbia vão discutir agenda regional

Brasil e Colômbia vão discutir agenda regional

No próximo dia 1º de setembro, os presidentes Luiz Inácio Lula da Silva e Juan Manuel Santos discutem em Brasília, os temas bilaterais e a agenda regional.

 

Será a primeira visita de Santos ao Brasil como presidente.

 

Os dois presidentes devem conversar sobre a normalização das relações entre Colômbia e Venezuela e entre Colômbia e Equador.

 

Santos deixará claro que nos temas de segurança que envolve a guerrilha das Farc, tratará diretamente sem intermediários, descartando por completo qualquer possibilidade da União das Nações Sul-Americanas (UNASUL), participar do processo.

 

O presidente da Colômbia quer que os países vizinhos reforcem a fiscalização e vigilância nas fronteiras para que os guerrilheiros não utilizem esses territórios.

 

Na segunda semana de setembro, Santos terá outra reunião com o presidente da Venezuela, Hugo Chávez.

 

Barreiras sanitárias

 

O Itamaraty informou que a mudança nos critérios sanitários do Brasil para produtos colombianos deverá ser um dos temas da reunião entre os presidentes Lula e Juan Manuel Santos.

 

De acordo com o ministro das Relações Exteriores, Celso Amorim, as barreiras sanitárias brasileiras, que acabam restringindo a entrada de produtos colombianos no país, foram uma preocupação demonstrada pela embaixadora da Colômbia em Brasília, Maria Elvira Pombo Holguín, em reunião que tiveram no dia 26.

 

“A maior dificuldade que os colombianos enfrentam aqui, segundo a embaixadora me disse, são temas fitossanitários e de controles técnicos. Não é que esses controles não devam ser feitos, mas a gente tem que adaptar os sistemas burocráticos para uma era de integração”, reconheceu.

 

Amorim afirmou também que há uma preocupação dos dois países de reduzir o déficit comercial colombiano em relação ao Brasil, que ainda exporta muito mais do que importa da Colômbia.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *