Defesa

Brasil e Cuba fomentam comércio bilateral
07/07/2009
A “Ascensão dos demais”. Os BRIC
10/07/2009

Brasil e Colômbia vigiam fronteira

Brasil e Colômbia vigiam fronteira

As forças aéreas do Brasil e da Colômbia, iniciaram nesta segunda-feira, em São Gabriel da Cachoeira (AM), a terceira edição da Operação ColBra, com o objetivo de capacitar seus pilotos para a vigilância da fronteira, sobretudo quanto ao tráfego de aeronaves ilícitas.

Os dois países firmaram um acordo de cooperação em junho deste ano, que estabelece um sistema permanente para o controle de atividades irregulares na zona fronteiriça.

De acordo com a Força Aérea Brasileira (FAB), trata-se de uma Operação Conjunta/Combinada, com a finalidade de realizar atividades de Vigilância do Espaço Aéreo sobre aeronaves não identificadas, simuladas por aeronaves C-95 da FAC, desdobradas no aeródromo de Letícia (Colômbia), e aeronaves Caravan C-98 da FAB, desdobradas no aeródromo de São Gabriel da Cachoeira (Brasil), simulando aeronaves envolvidas em atividades ilegais, cruzando a fronteira dos dois países.

As duas forças aéreas pretendem estabelecer procedimentos que possibilitem uma maior eficácia no combate aos tráfegos ilícitos transnacionais, por meio da coordenação operacional entre os órgãos de defesa aérea do Brasil e da Colômbia.

A Operação ColBra também permite exercitar os Estados-Maiores dos Comandos de Defesa Aérea da FAC e da FAB na execução de atividades de planejamento de operações aéreas combinado-conjuntas.

A FAB emprega oito aeronaves na Operação: um C-98 CARAVAN (Alvo); um C-97 BRASÍLIA (Alvo/Transporte Aéreo Logístico); um C-105 AMAZONAS (Transporte Aéreo Logístico); três) A-29 SUPER-TUCANO (Interceptação); um SC-95 BANDEIRANTE (Busca e Resgate); e um H-60 BLACK HAWK (Busca e Resgate).

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *