Brasília, 18 de novembro de 2018 - 13h32

Brasil e Espanha têm €$ 3 milhões para cooperação

21 de janeiro de 2010
por: InfoRel
Compartilhar notícia:



Na última terça-feira, 19, o presidente do Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico (CNPq), Marco Antonio Zago, assinou em Madri a Carta de Entendimento e Programa Bilateral entre a instituição e o ministério da Ciência e Inovação, da Espanha.







Os documentos complementam o instrumento assinado em 2006 entre o Centro para o Desenvolvimento Tecnológico Industrial, vinculado ao ministério espanhol, e a Financiadora de Estudos e Projetos (Finep), órgão subordinado ao ministério da Ciência e Tecnologia.



 



Brasil e Espanha esperam que o acordo fortaleça a cooperação tecnológica e industrial entre empresas dos dois países.



 



O programa permitirá o lançamento do primeiro Edital para apoio à realização de projetos conjuntos de pesquisa nas áreas de saúde, biotecnologia, energias renováveis, engenharia de processos e nanotecnologia.



 



O Edital para este ano será financiado em partes iguais por Brasil e Espanha e contará com um orçamento de €$ 3 milhões.



 



Através dele serão contemplados o intercâmbio e a formação conjunta de jovens pesquisadores que integram grupos de pesquisa dos dois países.



 



Os integrantes do CNPq visitaram na Espanha o Centro Nacional de Biotecnologia, o Centro Nacional de Pesquisas Oncológicas do Instituto de Saúde Carlos III, o Instituto de Sistemas Optoeletrônicos e Microtecnologia, e o Instituto de Energia Solar, da Universidade Politécnica de Madri.



 



Brasil e Espanha também pretendem incrementar a colaboração no âmbito do Programa Ibero-americano de Cooperação Científica e Tecnológica, que contribui com o financiamento de projetos considerados ambiciosos como o de seqüenciamento do genoma de feijão e a rede Virored para a coordenação de laboratórios de referência de viroses.



 



Para a Espanha, o Brasil é visto como uma das economias emergentes que mais avança em termos de desenvolvimento científico e tecnológico, sendo o país latino-americano com o maior índice de publicações científicas, cerca de metade de toda a produção regional, com destaque para as contribuições em medicina e biomedicina.

Assuntos estratégicos

Especialistas apoiam adesão do Brasil à Convenção Internacional contra o Terrorismo Nuclear

Especialistas apoiam adesão do Brasil à Convenção Internacional contra o Terrorismo Nuclear

Brasília – Com cerca de 30 instalações nucleares e 3.000 fontes de...
Brasil firma acordo para facilitar exportação de alimentos para a China

Brasil firma acordo para facilitar exportação de alimentos para a China

Brasília - A Agência Brasileira de Promoção de Exportações...
Câmara de Comércio Árabe Brasileira quer trabalhar com governo do Brasil

Câmara de Comércio Árabe Brasileira quer trabalhar com governo do Brasil

Brasília – Apesar do anúncio feito pelo presidente eleito, Jair Bolsonaro, de...
Política Externa do novo governo desata críticas ao presidente eleito

Política Externa do novo governo desata críticas ao presidente eleito

Brasília – Os primeiros anúncios feitos pelo presidente da República...
CREDN realizará audiência sobre a importância da Inteligência de Estado para o Brasil

CREDN realizará audiência sobre a importância da Inteligência de Estado para o Brasil

Brasília – A Comissão de Relações Exteriores e de Defesa Nacional...
Comunicado Conjunto dos Chanceleres da Espanha e do Brasil

Comunicado Conjunto dos Chanceleres da Espanha e do Brasil

Os chanceleres de Espanha, Josep Borrell, e do Brasil, Aloysio Nunes, mantiveram encontro de...
Declaração do G4 sobre a reforma do Conselho de Segurança da ONU

Declaração do G4 sobre a reforma do Conselho de Segurança da ONU

Em 25 de setembro de 2018, Sua Excelência a Senhora Sushma Swaraj, Ministra das...
Comunicado Conjunto do BRICS

Comunicado Conjunto do BRICS

Os Ministros das Relações Exteriores/Relações Internacionais do BRICS...