Brasília, 30 de setembro de 2020 - 03h03
Brasil e Índia terão Programa de Cooperação Científica e Tecnológica 2020-2023

Brasil e Índia terão Programa de Cooperação Científica e Tecnológica 2020-2023

24 de janeiro de 2020 - 18:56:04
por: Marcelo Rech
Compartilhar notícia:

Brasília - O Ministro da Ciência, Tecnologia, Inovações e Comunicações (MCTIC), Marcos Pontes, está na Índia onde integra a comitiva do presidente Jair Bolsonaro em uma agenda extensa que terá como um de seus focos a cooperação entre os países nos temas de cooperação científica e tecnológica. A Índia é o quarto maior parceiro comercial do Brasil na Ásia e uma importante fonte de investimentos na economia brasileira.

Até a próxima segunda-feira, 27, o ministro terá encontros bilaterais com representantes do governo indiano nas áreas de biotecnologia, radiodifusão, telecomunicações, eletrônica e TI. Representando o ministério, também está o secretário de Políticas para Formação e Ações Estratégicas, Marcelo Morales, o secretário de Radiodifusão, Elifas Gurgel, e o secretário de Empreendedorismo e Inovação, Paulo Alvim.

De acordo com o MCTI, eles participam de reuniões onde serão discutidas, por exemplo, a cooperação em ciência oceânicas e mudanças climáticas, com possível intercâmbio entre institutos de pesquisa dos dois países e pesquisas conjuntas na Antártica.

As tratativas no âmbito do BRICS, bloco composto por Brasil e Índia com Rússia, China e África do Sul, também terão continuidade. Os temas de computação de alta performance, segurança cibernética e redes 5G são os principais destaques da agenda. Serão debatidos ainda inteligência artificial, regulação do setor de telecomunicações e rádio digital.

Um dos destaques da missão é a assinatura do Programa de Cooperação Científica e Tecnológica 2020-2023 entre o MCTIC e o Ministério de Ciência e Tecnologia indiano (MST). Com o documento, os dois países pretendem complementar e aprofundar a cooperação atual entre cientistas, instituições de pesquisa e de financiamento.

As áreas indicadas são: biotecnologia e saúde humana; energia renovável, incluindo tecnologias de baixo carbono; ciências do sistema terrestre, incluindo ciências oceânicas e alterações climáticas; inovação e empreendedorismo; tecnologias de informação e comunicação (TICs); uso sustentável da biodiversidade; e agricultura.

O programa é gerenciado e orientado pela Comissão Mista Brasil-Índia de Ciência e Tecnologia, estabelecida pelo Acordo de Cooperação Científica e Tecnológica firmado pelos dois países em 2006, e em vigor desde 2010. Estão previstas no âmbito do programa o lançamento de pelo menos uma chamada conjunta para projetos em áreas de interesse comum, um workshop conjunto com tema a ser definido, a visita de uma delegação brasileira de alto nível à Índia e, durante a visita, a reunião do Comitê Conjunto.