Brasil

Comércio Bilateral
20/12/2015
Integração Regional
20/12/2015

Comércio Exterior

Brasil e México negociam ampliação de acordo comercial

Brasília – Brasil e México negociam a ampliação do Acordo de Complementação Econômica N° 53 (ACE-53), a partir da troca de suas listas de pedidos e ofertas em comércio de bens. As listas contemplam os itens de interesse, tanto industriais quanto agrícolas, na expansão do ACE-53, e serão avaliadas pelas equipes técnicas dos dois países, em preparação para a próxima reunião negociadora, marcada para os dias 16 a 18 de fevereiro de 2016, em Brasília.

De acordo com o ministério de Desenvolvimento, Indústria e Comércio Exterior (MDIC), o objetivo é aumentar o fluxo comercial, expandir seu relacionamento econômico e promover investimentos, uma vez que Brasil e México são as duas maiores economias da América Latina e buscam aumento substancial do universo tarifário liberalizado.

Para o MDIC, uma expansão das preferências tarifárias no acesso mútuo aos mercados dos dois países permitirá que o fluxo comercial bilateral seja incrementado de maneira a se tornar mais compatível com a dimensão das respectivas economias.

Desta forma, a troca de listas em matéria de comércio de bens representa uma etapa de grande importância, e se integra à agenda de negociação bilateral que contempla um amplo conjunto de temas, incluindo serviços, comércio eletrônico, compras governamentais, facilitação de comércio, medidas sanitárias e fitossanitárias, barreiras técnicas ao comércio, propriedade intelectual, coerência regulatória, entre outros.

O Brasil entende ainda que o acordo permitirá explorar um grande potencial de crescimento nas relações comerciais entre os dois países, uma vez que a participação das trocas bilaterais não ultrapassou 2% dos volumes totais de comércio dos dois países com o resto do mundo, entre 2012 e 2014.

Em 2015, de janeiro a novembro, o México foi o oitavo mercado de destino das exportações e o nono mercado de origem das importações brasileiras. O intercâmbio comercial, soma das exportações e importações, entre janeiro e novembro deste ano, foi de US$ 7,44 bilhões. Em 2014, o comércio Brasil-México alcançou US$ 9,03 bilhões.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *