Brasília, 21 de novembro de 2018 - 13h08
Brasil e Paraguai discutirão construção de ponte no dia 17

Brasil e Paraguai discutirão construção de ponte no dia 17

09 de maio de 2018
por: InfoRel
Compartilhar notícia:
Brasília – No próximo dia 17, o ministro de Obras Públicas e Comunicação, Ramón Jimenéz Gaona, se reunirá com o ministro dos Transportes do Brasil, Valter Casimiro Silveira, para tratar da construção da ponte sobre o Rio Apa. A obra tem custo estimado de US$ 8 milhões e unirá a cidade de San Lazaro, no Departamento de Concepción, com o estado do Mato Grosso do Sul. De acordo com o governo paraguaio, a obra converterá a rota Concepción – Puerto Vallemí, inaugurada recentemente em rodovia internacional.

A ponte é prioridade para o Paraguai em sua interconexão física com o Brasil. De acordo com o diretor de Planejamento Viário, do Paraguai, Félix Zelaya, “o governo paraguaio quer financiar 100% a ponte porque é uma obra do nosso interesse”, afirmou. Ele assinalou ainda que o Brasil já recebeu uma minuta da proposta na qual o Paraguai propõe assumir os gastos com as obras. A chancelaria brasileira ainda não respondeu.

Segunda ponte

Em abril, o Senado brasileiro aprovou a proposta que permite a construção de uma ponte rodoviária entre Brasil e Paraguai, sobre o Rio Paraguai, parte do chamado Corredor Bioceânico, e que ligará as cidades de Porto Murtinho, no Mato Grosso do Sul, e Carmelo Peralta, no Paraguai.

Neste caso, a obra deverá ser custeada em partes iguais pelos governos das duas nações. O ato internacional foi firmado em Brasília, em 8 de junho de 2016, e aprovado pela Representação Brasileira no Parlamento do MERCOSUL e em 2017, na Comissão de Relações Exteriores e de Defesa Nacional da Câmara.

Pelo texto, cada país ficará responsável pelas respectivas obras complementares, os acessos à ponte e postos de fronteira, arcando, além disso, com os custos referentes às desapropriações necessárias à implantação das obras em seus respectivos territórios.

Além disso, há ainda a previsão de que os procedimentos licitatórios da ponte estarão consubstanciados em editais binacionais de bases e condições, devendo as obras ser executadas exclusivamente por empresas estabelecidas no Brasil e/ou no Paraguai, cuja participação respeitará as respectivas legislações nacionais.

A ponte é parte integrante do chamado Corredor Bioceânico que reduzirá em 8 mil quilômetros a rota na exportação de produtores do Mato Grosso do Sul e de outros estados do Centro-Oeste para a Ásia, quando comparado com o escoamento realizado pelos portos do Sudeste e do Sul do Brasil.

Na avaliação dos dois países, o ganho de tempo no transporte das exportações, cerca de seis dias a menos, implica ganho de competitividade.

A deputada Bruna Furlan (PSDB-SP), ex-presidente da Comissão de Relações Exteriores e de Defesa Nacional (CREDN) da Câmara dos Deputados, afirmou que “este acordo atende ao interesse recíproco em desenvolver a infraestrutura na promoção da integração viária dos dois territórios e contribuirá para promover o desenvolvimento sustentável em ambos os lados da fronteira comum. Além disso, reflete a prioridade atribuída pelos dois países à integração física sul-americana, mediante o estabelecimento de corredores bioceânicos”, destacou.

Assuntos estratégicos

Especialistas apoiam adesão do Brasil à Convenção Internacional contra o Terrorismo Nuclear

Especialistas apoiam adesão do Brasil à Convenção Internacional contra o Terrorismo Nuclear

Brasília – Com cerca de 30 instalações nucleares e 3.000 fontes de...
Brasil firma acordo para facilitar exportação de alimentos para a China

Brasil firma acordo para facilitar exportação de alimentos para a China

Brasília - A Agência Brasileira de Promoção de Exportações...
Câmara de Comércio Árabe Brasileira quer trabalhar com governo do Brasil

Câmara de Comércio Árabe Brasileira quer trabalhar com governo do Brasil

Brasília – Apesar do anúncio feito pelo presidente eleito, Jair Bolsonaro, de...
Política Externa do novo governo desata críticas ao presidente eleito

Política Externa do novo governo desata críticas ao presidente eleito

Brasília – Os primeiros anúncios feitos pelo presidente da República...
CREDN realizará audiência sobre a importância da Inteligência de Estado para o Brasil

CREDN realizará audiência sobre a importância da Inteligência de Estado para o Brasil

Brasília – A Comissão de Relações Exteriores e de Defesa Nacional...
Comunicado Conjunto dos Chanceleres da Espanha e do Brasil

Comunicado Conjunto dos Chanceleres da Espanha e do Brasil

Os chanceleres de Espanha, Josep Borrell, e do Brasil, Aloysio Nunes, mantiveram encontro de...
Declaração do G4 sobre a reforma do Conselho de Segurança da ONU

Declaração do G4 sobre a reforma do Conselho de Segurança da ONU

Em 25 de setembro de 2018, Sua Excelência a Senhora Sushma Swaraj, Ministra das...
Comunicado Conjunto do BRICS

Comunicado Conjunto do BRICS

Os Ministros das Relações Exteriores/Relações Internacionais do BRICS...