Brasília, 04 de agosto de 2020 - 17h05
Brasil e Paraguai estabelecem cronograma para contratação de energia até 2022

Brasil e Paraguai estabelecem cronograma para contratação de energia até 2022

13 de dezembro de 2019 - 15:55:52
por: Marcelo Rech
Compartilhar notícia:

Brasília – Brasil e Paraguai, através das respectivas estatais Eletrobras e ANDE estabeleceram o cronograma de contratação da potência da Itaipu Binacional no período 2019-2022. A contratação da potência por quatro anos dá maior previsibilidade ao planejamento das duas entidades compradoras e assegura à usina binacional os recursos necessários para o seu adequado funcionamento e, por consequência, para a estabilidade no fornecimento de energia elétrica para os dois países.

O novo cronograma de potência prevê a contratação em 2019, de 1.340 MW; 2020, 1.485 MW; 2021, 1.635 MW; e 2022, 1.810 MW.

De acordo com Itaipu, o entendimento permitirá a formalização dos contratos entre a entidade binacional e as empresas compradoras, os quais foram aprovados em reuniões do Conselho de Administração de Itaipu e da Diretoria Executiva, ad referendum da ANDE e da Eletrobras.

Com a contratação de potência assegurada até o final de 2022, Itaipu poderá continuar a honrar compromissos importantes, como, por exemplo, o pagamento dos royalties e das despesas de exploração, nas quais estão inseridos gastos com desenvolvimento social, entre eles as duas pontes internacionais entre Brasil e Paraguai a serem custeadas pela entidade binacional.

O lado brasileiro da binacional assegura que o resultado das tratativas não provocará aumento na tarifa de energia em qualquer um dos dois países. A contratação dá cumprimento ao artigo 13 do Tratado de Itaipu, que estabelece que os países “se comprometem a adquirir, conjunta ou separadamente, na forma que acordarem, o total da potência de Itaipu”.