Brasília, 10 de dezembro de 2018 - 08h01

Política

26 de novembro de 2012
por: InfoRel
Compartilhar notícia:

Brasília - Os ministros das Relações Exteriores do Brasil, Antonio Patriota, e da Polônia, Radosław Sikorski, apoiaram nesta segunda-feira, 26, a criação do Estado Palestino. Enquanto o brasileiro anunciou que votará a favor do ingresso palestino nas Nações Unidas com o status de Estado Observador, o polonês deverá seguir o voto da União Europeia - que está dividida em relação ao tema.



Patriota e Sikorski também anunciaram o interesse dos dois países em fortalecer as relações comerciais entre o Brasil e a Polônia.



Segundo Antonio Patriota, "o Brasil apoia um Estado palestino participando das Nações Unidas.



Apoia inclusive a participação plena como membro [da organização]. Mas o que está em pauta é o status de observador não pleno, pleito que tem apoio considerável".



Ele destacou ainda que espera a retomada, o mais breve possível, de negociações de paz que levem a um acordo para que os dois Estados "convivam lado a lado".



O chanceler polonês explicou que o seu país também apoia a concessão à Palestina do status de observador na ONU e, futuramente, o de Estado independente.



Na avaliação da diplomacia brasileira, a concessão do status de Estado Observador da ONU, poderá permitir a abertura das discussões em torno da criação do Estado Palestino independente.



Como Estado Observador, a Palestina não poderá votar nas Nações Unidas.



Essa discussão acontecerá nos dias 28 e 29, em Nova York, e o Brasil atua como copatrocinador do diálogo em prol dos palestinos.



Em relação às tensões entre Israel e Gaza, o chanceler brasileiro foi taxativo: "Manifestamos o repúdio à violência na Faixa de Gaza, o uso desproporcional da força, e conclamamos o Conselho de Segurança a assumir plenamente as suas responsabilidades".



Brasil - Polônia



No encontro entre Antonio Patriota e Radoslaw Sikorski, ficou claro o desejo de ambos os países em fortalecer as relações comerciais como forma de enfrentar a crise econômica. O ministro polonês desembarcou no Brasil com uma delegação de 60 empresários e além de Brasília, visitará São Paulo e Rio de Janeiro.



A Polônia tem especial interesse nas áreas de gás, petróleo, infraestrutura e indústria pesada.



Nos últimos anos, o comércio entre os dois países tem registrado taxas significativas de crescimento. Entre 2007 e 2011, o intercâmbio comercial aumentou 76%, passando de US$ 540 milhões para US$ 948 milhões no período.

Assuntos estratégicos

Brasil defende aprovação de lei que congela bens de terroristas

Brasil defende aprovação de lei que congela bens de terroristas

Brasília – O futuro ministro da Justiça, Sérgio Moro, defendeu nesta...
Paraguai intensifica combate a grupos criminosos do Brasil

Paraguai intensifica combate a grupos criminosos do Brasil

Brasília - O governo do Paraguai intensificou o combate das ramificações das...
Radares aéreos são instalados para combater tráfico de droga e armas

Radares aéreos são instalados para combater tráfico de droga e armas

Brasília - O Brasil vai instalar três radares aéreos para o controle de voos de...
Governo brasileiro oficializa extinção da binacional espacial criada com Ucrânia

Governo brasileiro oficializa extinção da binacional espacial criada com Ucrânia

Brasília - O governo brasileiro encaminhou ao Congresso Nacional a Medida Provisória...
ABIN defende constitucionalização da Inteligência e alerta para ameaças

ABIN defende constitucionalização da Inteligência e alerta para ameaças

Brasília – O Diretor-Geral da Agência Brasileira de Inteligência,...
Especialistas apoiam adesão do Brasil à Convenção Internacional contra o Terrorismo Nuclear

Especialistas apoiam adesão do Brasil à Convenção Internacional contra o Terrorismo Nuclear

Brasília – Com cerca de 30 instalações nucleares e 3.000 fontes de...
Brasil firma acordo para facilitar exportação de alimentos para a China

Brasil firma acordo para facilitar exportação de alimentos para a China

Brasília - A Agência Brasileira de Promoção de Exportações...
Câmara de Comércio Árabe Brasileira quer trabalhar com governo do Brasil

Câmara de Comércio Árabe Brasileira quer trabalhar com governo do Brasil

Brasília – Apesar do anúncio feito pelo presidente eleito, Jair Bolsonaro, de...
Política Externa do novo governo desata críticas ao presidente eleito

Política Externa do novo governo desata críticas ao presidente eleito

Brasília – Os primeiros anúncios feitos pelo presidente da República...
CREDN realizará audiência sobre a importância da Inteligência de Estado para o Brasil

CREDN realizará audiência sobre a importância da Inteligência de Estado para o Brasil

Brasília – A Comissão de Relações Exteriores e de Defesa Nacional...