Brasília, 18 de novembro de 2018 - 13h34

Brasil e Suécia voltam a debater cooperação bilate

06 de abril de 2011
por: InfoRel
Compartilhar notícia:



A Agência Brasileira de Desenvolvimento Industrial (ABDI) e a Agência Sueca de Inovação (Vinnova) promovem em São José dos Campos (SP), no dia 8 de abril, o 2º Laboratório de Aprendizagem em Inovação Brasil-Suécia.



 



Durante o evento, representantes de governo, indústria e academia dos dois países voltarão a debater sobre oportunidades de estabelecer projetos tecnológicos conjuntos.



 



O 1º Laboratório de Aprendizagem em Inovação Brasil-Suécia aconteceu em maio de 2010 e debateu sobre diferentes setores para cooperação em pesquisa e desenvolvimento (P&D).



 



Na oportunidade, foram identificadas áreas de interesse comum para projetos inovadores na saúde, materiais de transporte e energia, além da coincubação e internacionalização de empresas de base tecnológica.



 



A segunda edição do laboratório pretende aprofundar os debates nesses temas e identificadas oportunidades de novos projetos tecnológicos conjuntos.



 



Para o diretor da ABDI, Clayton Campanhola, a realização de parcerias em áreas intensivas em conhecimento contribui para o aumento da competitividade da indústria brasileira.



 



Segundo ele, “Brasil e Suécia estabeleceram, em 2009, uma cooperação industrial em áreas estratégicas. O mecanismo dos Laboratórios de Aprendizagem em Inovação é um meio de gerar projetos conjuntos e dar concretude a essa cooperação”.



 



O 2º Laboratório de Aprendizagem em Inovação Brasil-Suécia conta com a parceria dos ministérios do Desenvolvimento, Indústria e Comércio Exterior (MDIC) e da Ciência e Tecnologia (MCT), além da Associação Nacional de Entidades Promotoras de Empreendimentos Inovadores (Anprotec), do Movimento Brasil Competitivo (MBC), do Parque Tecnológico de São José dos Campos e da Embaixada da Suécia no Brasil.



 



Cooperação Brasil-Suécia



 



Entre os resultados da cooperação Brasil-Suécia está a parceria firmada entre a empresa brasileira Vale Solução em Energia (VSE) e a sueca Scania, para desenvolvimento, produção e comercialização de motores a etanol e suas aplicações.



 



O objetivo, de acordo com a ABDI, é viabilizar a utilização de motores pesados a etanol comercial, sem aditivos, com rendimento comparável aos motores diesel e com baixíssimas emissões de CO2 orgânico.



 



A VSE nasceu em 2007 a partir da associação entre a mineradora Vale e o Banco Nacional de Desenvolvimento Econômico e Social (BNDES).



 



O foco da empresa está no desenvolvimento, industrialização e comercialização de sistemas completos de geração distribuída de energia limpa. Seus produtos caracterizam-se pelo uso de fontes renováveis, como etanol, carvão vegetal, resíduos e biomassa.



 



“A solução tecnológica desenvolvida pela VSE para a Scania mostra a capacidade brasileira de liderar projetos tecnológicos conjuntos. Trata-se de uma cooperação que beneficiará Brasil e Suécia, com aplicações que podem ser aproveitadas ao redor do mundo, como alguns países da África que buscam alternativas para transmissão e distribuição de energia”, avalia Campanhola.



 



As áreas de tecnologias renováveis e energias limpas estão entre as mais promissoras no que se refere à liderança brasileira em cooperações internacionais e internacionalização de empresas. O gerente de Assuntos Internacionais da ABDI, Roberto Alvarez, explicou que “a ABDI e a Vinnova estudam formas de apoiar projetos nesses setores e certamente este assunto fará parte das discussões do 2º Laboratório de Aprendizagem em Inovação Brasil-Suécia”.



 



A cooperação Brasil-Suécia também conta com atividades e missões técnicas promovidas pelo Projeto de Apoio à Inserção Internacional de Pequenas e Médias Empresas Brasileiras (PAIIPME), especialmente no setor aeroespacial.



 



Executado pela ABDI, o PAIIPME realizou uma missão técnica à Suécia na qual se verificou competências empresariais e programas governamentais de apoio ao setor aeroespacial.

Assuntos estratégicos

Especialistas apoiam adesão do Brasil à Convenção Internacional contra o Terrorismo Nuclear

Especialistas apoiam adesão do Brasil à Convenção Internacional contra o Terrorismo Nuclear

Brasília – Com cerca de 30 instalações nucleares e 3.000 fontes de...
Brasil firma acordo para facilitar exportação de alimentos para a China

Brasil firma acordo para facilitar exportação de alimentos para a China

Brasília - A Agência Brasileira de Promoção de Exportações...
Câmara de Comércio Árabe Brasileira quer trabalhar com governo do Brasil

Câmara de Comércio Árabe Brasileira quer trabalhar com governo do Brasil

Brasília – Apesar do anúncio feito pelo presidente eleito, Jair Bolsonaro, de...
Política Externa do novo governo desata críticas ao presidente eleito

Política Externa do novo governo desata críticas ao presidente eleito

Brasília – Os primeiros anúncios feitos pelo presidente da República...
CREDN realizará audiência sobre a importância da Inteligência de Estado para o Brasil

CREDN realizará audiência sobre a importância da Inteligência de Estado para o Brasil

Brasília – A Comissão de Relações Exteriores e de Defesa Nacional...
Comunicado Conjunto dos Chanceleres da Espanha e do Brasil

Comunicado Conjunto dos Chanceleres da Espanha e do Brasil

Os chanceleres de Espanha, Josep Borrell, e do Brasil, Aloysio Nunes, mantiveram encontro de...
Declaração do G4 sobre a reforma do Conselho de Segurança da ONU

Declaração do G4 sobre a reforma do Conselho de Segurança da ONU

Em 25 de setembro de 2018, Sua Excelência a Senhora Sushma Swaraj, Ministra das...
Comunicado Conjunto do BRICS

Comunicado Conjunto do BRICS

Os Ministros das Relações Exteriores/Relações Internacionais do BRICS...